Página 3 de 3

Tatuagens em Campinas com Toshio Shimada

toshio_shimada

Toshio Shimada estará tatuando com Luís Marchioni (Trash) na cidade de Campinas.

A parceria surgiu a partir inquietação dos dois artistas quanto a cena atual das tatuagens e  a grande procura de tatuagens no estilo oriental pelos clientes das cidades de Campinas e região.Toshio Shimada nos últimos anos tem visitado o Brasil para dar continuidade a trabalhos começados em clientes que residiam no Japão e voltaram para o Brasil, entre outros, assim como nos outros países aonde trabalha.

Devido a grande concentração da comunidade nipônica na região de Campinas o estúdio de Luís Marchioni (Trash) ofereceu uma parceria a Toshio Shimada para que este possa continuar desenvolvendo seus trabalhos tendo uma base fixa no Brasil.

O estúdio já oferece uma grande variedade de estilos feitos por Luís, assim como maquiagem definitiva e body piercing preciso por Cristiane Mofatto.  Em atividade desde o ano de 1996 e  localizado a rua Barreto Leme, 1318 , próximo a Prefeitura de Campinas, o estúdio está aberto de terça a sabado.

A idéia de Toshio e Luís é oferecer uma variedade de estilos e desenhos de tatuagens artísticas tendo como base os desenhos tradicionais das tatuagens japonesas e americanas, tribais inspirados nas culturas tradicionais da Polinésia, América do Norte, América do Sul e Africa, além de estilos mais contempôraneos como o neo realismo, aquarelas e pop arte.

O estúdio reformulado vem para mudar o conceito de tatuagem em Campinas, adequando-o à ideia da tatuagem como tradição e corrente artística contemporânea, muito além de esteticismo, fazendo referência à rica história desta prática milenar.

Daruma Tattoo Significados

Daruma_Tattoo_Shimada

Significado do Daruma

O Daruma (darumá), também conhecido como Dharma, é um boneco redondo e oco, feito artesanalmente e geralmente da cor vermelha, mas podem ser encontrados em outras cores também. Esse boneco faz referência ao Bodhidharma, fundador da Seita Zen do budismo. Mas por que a cor vermelha? O que essa cor representa?

A cor vermelha representa o manto de um sacerdote de alto nível e segundo as superstições, essa cor afasta o “mau olhado” e doenças. Apesar de ser considerado um Omocha, que significa brinquedo, Daruma é rico em simbolismo e é considerado um talismã de boa sorte e símbolo de perseverança para os japoneses.

Significados das cores do Daruma

Vermelho: boa sorte, felicidade
Azul: saúde, longevidade
Amarelo: segurança
Preto: fortuna, prosperidade
Branco: Amor, Harmonia

Por que o Daruma não tem olhos?

Segundo a lenda, quando o monge indiano Bodhidharma, embrenhou-se em uma caverna para passar nove anos meditando, ele teve que combater a sonolência. Ele pensou:

“Por eu ter olhos, as pálpebras caem sobre eles e eu começo a cochilar.”

Então, em um ato ousado, cortou suas pálpebras para se manter acordado.

A lenda diz que após esses 9 anos de meditação, Bodhidharma atingiu o tão desejado ”estado de iluminação”, ou seja, ver com a mente, ao invés dos olhos. Foi assim que ficou relacionada à esperança e a realização de sonhos devido a paciencia, perseverança e obstinação.

Por esta razão, os bonecos são vendidos sem olhos, e segundo a tradição, você deve pintar um olho e fazer um pedido e só quando seu desejo for realizado, que você pintará o outro olho.
Após seu pedido ser atendido e o olho pintado, a tradição manda queimar o Daruma. E aí, você poderá comprar um novo e seguir esse ritual anualmente, de preferência no começo do ano, para começar um novo ciclo de sorte e prosperidade.

Por que o Daruma tem a forma arrendondada?

O amuleto Daruma não possui braços ou pernas. Isso mostra a influência do real Daruma Daishi sentado em longos anos de meditação, onde as pernas e braços estão encolhidos e atrofiados sob o manto vermelho. Também não se consegue deitar o boneco, uma vez que sua forma é arrendondada e possue uma base mais pesada que o resto do corpo. Isso também traz um significado importante, que não podemos “jamais desistir” dos nossos objetivos.
Tanto que há um provérbio japonês que se diz:
“Nana korobi, ya oki”, que quer dizer: “Caia 7 vezes, mas levante 8 vezes”.
Sombrancelhas e barbas do Daruma
Em Takasaki-shi, província de Gunma Ken, existe um santuário especial aos Daruma. Diversos artesãos trabalham na confecção dos amuletos, que geralmente são feitos em papel machê.
A barba e sobrancelhas do Daruma são pincelados artesanalmente. As sobrancelhas são pintadas de forma que lembre o pássaro tsuru e a barba em forma de uma tartaruga (kame), dois símbolos de vida longa no Japão.

fontes do site http://www.japaoemfoco.com

 

TOKYO TATTOO By MARTHA COOPER

TOKYO TATTOO By MARTHA COOPER

In 1970, as a young photographer, Martha Cooper moved from the USA to Tokyo and became fascinated with Irezumi, the art of Japanese tattooing. This great shot from Martha’s Tokyo Tattoo 1970 book represents one of the many gems captured during her stay abroad. Featured are a young couple being tattooed by Japanese tattoo master Bunzo Yamada aka Horibun I in the town of Okachimachi.
The work of a traditional Japanese tattoo master in 1970 In 1970, photographer Martha Cooper came to Tokyo and immediately focused on documenting traditional Japanese tattooist Horibun I. Tokyo Tattoo 1970 is a book about the traditional art of tattooing and a portrait of a master artist. Japanese tattoo was a secret art form in the early 1970s. The masters of the traditional techniques were working in small studios, and tattooing was something for a distinguished few. No one could foresee the incredible rise of the art of tattoo internationally in the past 20 years. Horibun I worked with traditional Japanese methods, tattoos made by hand, with different sized needles bound to sticks which he dipped into coloured inks. His motifs were all derived from traditional Japanese legends. Horibun I was a rare tattooist, as he was open to letting a foreigner come to photograph him and his customers. Tokyo Tattoo 1970 tells the story of a Japanese tattoo master and his work. We see him at work, meet his customers, who show their tattoos, and follow Horibun on a pilgrimage to a holy Shinto shrine. Martha Cooper’s pictures show the process of the tattooist’s work as well as finished motifs from an era long gone. Tokyo Tattoo was Martha Cooper’s first study of a subculture, which launched her on a ten-year-long immersion into the graffiti and street art of New York City.

Snake and peony

Snake and peony

The serpent is one of the oldest and most widespread mythological symbols. The word is derived from Latin serpens, a crawling animal or snake. Snakes have been associated with some of the oldest rituals known to humankind and represent dual expression of good and evil.