• Tattoos do mudno,  Tattoos do mundo,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada

    História do Tatuagem – The Rock of Ages

    The Rock of Ages é uma imagem religiosa clássica que tem sido aplicada como uma tatuagem centenas, se não milhares de vezes em todo o mundo. A imagem icónica é facilmente identificável e a sua forma é perfeitamente aplicada a um antebraço, a uma coxa ou a um dorso total.

    Trabalho feito por Percy Walters, Rock of Ages, 1920-1930 Imagem do livro Modern Primitives

    O nome Rock of Ages vem de um hino escrito em 1763, quando um reverendo de Somerset foi pego em uma tempestade, e encontrou refúgio em um buraco no desfiladeiro por onde passava.

    Não foi por mais 100 anos até que a representação visual do Rock of Ages que conhecemos tomou forma. Na década de 1860, Johannes Oertel pintou um quadro intitulado “Salvo, ou uma representação emblemática da fé cristã”, que foi amplamente reproduzido com o título “Rock of Ages”.

    A imagem se prestava perfeitamente à tatuagem, com seu tema naval dramático, mulher bonita e simbolismo religioso. A forma da imagem significava que ela poderia ser aplicada perfeitamente em muitas áreas do corpo, seja uma pequena tatuagem no antebraço ou um backpiece completo com uma moldura. É difícil dizer quando essa imagem foi tatuada pela primeira vez, mas a imagem foi criada por muitos tatuadores, incluindo Samuel O’Reilly por volta do final do século XIX.

    Rock of Ages pintado por Bert Grimm.

    Muitas vezes você verá litografias antigas da imagem em lojas de antiguidades e nas paredes de lojas de tatuagem em muitas formas diferentes. Às vezes, haverá mais de uma pessoa na cena, muitas vezes com um navio afundando ao fundo e, às vezes, a cena em terra. Há muitos significados que podem ser dados à imagem, sendo o mais óbvio que sua fé o manterá seguro em tempos difíceis.

  • tattoo,  Tatuagem Japonesa,  Tatuagens Sagradas,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada,  Wabori Tattoo

    Golden Week – Semana dourada

    O Japão é um dos países com mais feriados ao longo do ano, isso se deve principalmente pelo fato de não existirem férias remuneradas de 30 dias, como no Brasil e em outros países. Esses diversos feriados são espalhados ao longo do ano, mas determinadas datas acabam sendo próximas um das outras, originando 3 grandes feriados prolongados:

    • O feriado do ano novo, que engloba o Oshougatsu, data extremamente importante na cultua japonesa.
    • O feriado de verão, (Natsu Yasumi), onde as pessoas aproveitam para fazer mais passeios ao ar livre, visitar parques e praias, devido ao calor da época;
    • E a semana dourada – Golden Week: semana que engloba vários feriados nacionais e que tem início agora, entre final de abril e começo de maio.

    A Golden Week é composta por várias datas de suma importância no calendário japonês, são elas:

    • Dia 29 de abril –  dia de Showa, data na qual era o aniversário do Imperador Showa (que foi o 124° Imperador japonês e que teve o maior reinado de todos, sendo símbolo do crescimento do Japão como potência mundial);

    hirohito-imperador-do-japao-entre-1928-e-1989-1408777705076_615x470
    Imperador Showa

    • Dia 3 de maioKenpo Kinenbi (憲法記念日) , dia da constituição japonesa, que entrou em vigor dia 3 de maio de 1947, substituindo o antigo regulamento da era Meiji. Nesta data as portas do Kokkai Gijido – Palácio do Parlamento Japonês são abertas ao público, e é costume da população refletir sobre as leis japonesas e a democracia em geral;

    kokkai-gijido
    Kokkai Gijido

    • Dia 4 de maio –  Midori no Hi (みどりの日), é o dia do Verde, é uma data propícia para visitar um parque em família, realizar atividades relacionadas ao respeito à natureza. Vários voluntários se disponibilizam a plantar árvores, ministrar palestras e oficinas ligadas à prática da educação ambiental e sustentabilidade;

    depositphotos_44441097-stock-illustration-green-day-national-holiday-japan

    • Dia 5 de maio – Kodomo no Hi (こどもの日), é o dia da criança, data para celebrar a felicidade  das crianças, em especial dos meninos, faz parte da tradição colocar bandeiras em formato de carpas penduradas ao redor das residências, a carpa (Koi) tem uma grande importância dentro da cultura japonesa, sendo mencionada em várias lendas e relacionada com a boa sorte.

    100-cm-Bandeiras-Birutas-carpa-Koi-nobori-Peixe-Koinobori-Japon&ecirc
    Koinobori

    Além dessas datas especiais, a Golden Week marca o fim do inverno, época do Hanami, período onde as tradicionais cerejeiras (Sakuras), tem o ápice de seu florescimento, proporcionando um período de beleza única e ideal para contemplação da natureza.

     

    1392237053913.jpg;filename_=UTF-8''1392237053913.jpg
    Hanami

    Texto por Rafael Lucente

     

     

  • tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada,  Wabori Tattoo

    Gueixas – as especialistas nas artes

    As gueixas (芸者) são mulheres japonesas que se dedicaram em estudar e se especializar nas diversas artes relacionadas ao Japão, como a música, poesia e a dança.

    Seu papel era extremamente importante na sociedade japonesa, atuando mais ativamente na parte do entretenimento de festas ou ocasiões especiais e NÃO estão relacionadas a serviços sexuais, como é o pensamento de muitas pessoas no Ocidente.

    Gueixa

    Para atingirem esse posto de “guardiãs” da vasta cultura Japonesa, as gueixas ou Geiko (芸子)  como também são conhecidas, passam por rigorosos treinamentos, que além de durarem muitos anos, custavam muito caro, ao passo que muitas vezes, a gueixa possuía um danna (uma espécie de patrocinador) que financiava os estudos da até então maiko, nome utilizado para as aprendizes de gueixa. Todo esse aperfeiçoamento era feito em lugares conhecidos por  oki-ya e se iniciava antes da mulher completar 18 anos.

    Além de dominarem diversos tipos de danças e origamis, as gueixas também sabiam tocar alguns instrumentos, como o  shamisen, que foi obrigatório para todas as gueixas durante um certo período. Junto com o treinamento, vinham normas de etiqueta, postura e conhecimentos sobre vestuário e maquiagens, que eram um grande diferencial das gueixas e se caracterizava por:

    • Pele branca – graças a grandes quantidades de maquiagem branca, as gueixas apresentavam o rosto em tons bem claros, o que reforçava o fato de serem consideradas símbolos de beleza; Este processo era extremamente cuidadoso, realizado pela onee-san  (irmã mais velha) ou pela  okaa-san (“mãe”) e durava cerca de 2 horas. Originalmente, esse tipo de cosmético era a base de chumbo, que é tóxico, prejudicando a saúde e podendo até causar manchas amareladas na pele;
    • Cabelo – outra característica marcante das gueixas era seu penteado, em alguns momentos da história era utilizado o cabelo longo, porém o tipo de penteado que mais está associado a elas é um tipo de coque chamado shimada e possui algumas variações, como o shimada taka (um coque mais alto)  e o shimada tsubushi, um coque mais achatado. Já as aprendizes maiko, usavam o uiwata, coque com um pedaço de algodão colorido no formato de uma metade de pêssego;
    • Vestimentas – o traje usado pelas gueixas era o quimono, que poderia ter diferentes cores dependendo da ocasião ou até mesmo da estação do ano, as maiko também usavam quimonos, porém as mesmas usavam vestimentas de cores vermelhas ou rosadas, e seus quimonos possuíam mangas mais longas, o que ajudava a diferenciar uma gueixa mais experiente de uma aprendiz.

    Maiko

    Em geral a mulher que pretendia se tornar gueixa deveria dedicar sua vida toda a isso, abrindo mão por exemplo de ter um marido e filhos, o que tornava ainda mais difícil e valorizava ainda mais esse grande posto na sociedade. Tema muito utilizado em tatuagens asiáticas, as gueixas se tornaram símbolo de beleza e dedicação, tanto na Ásia como no ocidente, inspirando vários contos e livros, como o caso de “Memórias de uma gueixa” que acabou se tornando filme e sendo sucesso mundial.

    Texto por Rafael Lucente.

    Memórias de uma Gueixa - filme
    Imagem do filme “Memórias de uma gueixa”

  • Daruma Tattoo,  Estúdio de Tatuagem,  Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada,  Wabori Tattoo

    Daruma : O boneco da sorte

    O Daruma ( だるま) é um típico boneco japonês, normalmente dado como presente, afim de trazer proteção, sorte e realizar desejos.

    O nome de Daruma deriva da pronuncia de Dharma, e surgiu a partir de uma história de um monge indiano (Bodhidharma) fundador do budismo Zen, que para não dormir, arrancou suas pálpebras e meditou por 9 anos.

    bodhidharma
    Monge Bodhidharma

    Em geral os bonecos Daruma são de madeira, apresentam com vermelha (em razão do traje utilizado pelo monge), possui formato arredondado e sem mãos nem pés (pelo fato dos membros do monge terem se atrofiado ao longo dos 9 anos de meditação) e originalmente não possui pupila, já que faz parte da tradição pintar uma pupila do boneco quando fizer um pedido para ele e a outra quando o desejo se realizar. Para finalizar o ritual do pedido, o boneco deve ser queimado simbolizando que o espírito não esqueceu do pedido.

    boneco-daruma

    Além dessas características, o boneco possui uma sobrancelha relacionada as aves grou e uma barba relacionada a tartaruga, ambos possuem um significado muito forte com relação à longevidade.

    IMG_1395.jpg
    Ilustração por Toshio Shimada

    Texto por Rafael Lucente

  • Estúdio de Tatuagem,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada,  Wabori Tattoo

    Tigre na cultura asiática (上山虎)

    A cultura asiática é mundialmente conhecida por sua riqueza de histórias, lendas e significados. Além de criaturas mágicas, demônios e divindades, destacam-se também os animais, como é o caso do tigre.

    O tigre (虎 – tora) é considerado um animal divino pelos povos asiáticos e o supremo animal terrestre, sendo um dos 4 animais sagrados ao lado da fênix, tartaruga negra e o dragão.

    O tigre é um animal extremamente feroz, imponente e belo, além de estar no topo da sua cadeia alimentar. Essas características fazem com que as tatuagens de tigres estejam associadas à força, coragem, beleza e poder.

    Na crença budista, o tigre representa a fé, a força espiritual e a disciplina. Já para povos chineses, está mais associado a realeza, especialmente se tratando do tigre siberiano (tigre branco)

    O tigre branco (Byakko) simboliza o outono e o elemento metal e na cultura chinesa, seria o guardião do ponto cardeal oeste.

    Além de todos os significados positivos, o tigre também pode representar a ira e a vingança, de modo que alguns demônios são retratados usando trajes feitos de pele de tigre.

    Na tatuagem em geral, o tigre costuma aparecer associado ao dragão, ou como peça principal da tatuagem, tendo flores como sakura ou rosas como fundo da composição.

  • Estúdio de Tatuagem,  Hachikō,  kintaro,  Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Toshio Shimada

    Hachikō – O cão fiel

    Hachikō ( ハチ公) é o nome de um cão muito famoso no Japão, que por sua história comovente se tornou mundialmente conhecido e lembrado até hoje.

    Pertencente à raça Akita, nasceu em 10 de novembro de 1923 e foi trazido para Tóquio 1 ano depois, por Hidesaburo Ueno, um professor da Universidade de Tóquio e grande amante de cães em geral.

    hachiko_trainstation
    Fotografia de Hachiko

    Hachi, como também  era chamado ,  acompanhava seu dono todos os dias até a estação de Shibuya – Tóquio, e retornava mais tarde quando o professor Ueno voltava da Universidade, fato que na época já chamava atenção de algumas pessoas da região.

    Após 1 ano e 4 meses na mesma rotina, no dia 21 de maio de 1925, professor Ueno teve um derrame na Universidade e nunca mais voltou. Pelas histórias contadas, na noite do velório, Hachi chegou a quebrar janelas para atravessar e ficar deitado próximo a seu falecido dono.

    Com a morte do professor Ueno, Hachi foi levado para Asasuka, porém diversas vezes fugia da casa em que estava e ia para sua casa em Shibuya esperar seu dono. Mesmo depois de 1 ano, ainda sem se adaptar, Hachi foi doado ao ex jardineiro do professor Ueno, mas continuava fugindo em direção a sua antiga casa. Quando percebeu que seu dono não morava mais naquela casa, passou a esperá-lo todos os dias na estação de Shibuya e assim foi por quase 10 anos. Obviamente, ao longo desse período comoveu as pessoas que passavam diariamente por lá, e estas por sua vez, passaram a deixar alimentos para ajudá-lo.

    img_1683
    Cruzamento de  Shibuya (Foto por Rafael Lucente)

    Em  8 de março de 1935, aos 11 anos de idade,  Hachiko faleceu por complicações de uma doença que já possuía,  foi então declarado um dia de luto no Japão. Hachi foi enterrado na sepultura de seu dono, e os dois puderam finalmente descansar juntos.

    Hachiko recebeu diversas homenagens, uma delas foi a construção de uma estátua ao lado da estação de Shibuya, local que hoje é muito visitados por japoneses e turistas em geral. Além disso sua história foi inspiração para o filme japonês Hachiko Monogatarilançado em 1987 e para uma versão americana, lançada em 2009, chamada Hachiko:a Dog´s  story  (Sempre ao Seu Lado) com Richard Gere no papel principal.

    img_1688
    Estátua de Hachiko (foto por Rafael Lucente)

    Até hoje, todo dia 8 de março, é realizada uma celebração em Shibuya em homenagem à toda lealdade e fidelidade de Hachi com seu dono.

    Texto por Rafael Lucente.

     

  • Shimada Tattoo,  tattoo,  Tattoo Week Rio,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Wabori Tattoo

    Toshio Shimada: Tattoo Week

    O tatuador especializado em tatuagens em estilo japonês e motivos oriental, Toshio Shimada, estará presente na 5ª edição da Tattoo Week Rio que acontecerá no Centro de Convenção Sul América, na cidade carioca, entre os dias 13 e 15 de janeiro 2017. O evento é considerado o maior do gênero no Rio de Janeiro e recebe  grandes nomes da tatuagem, com 220 stands e apresentam as tendências e lançamentos mais atualizados do mercado mundial de tatuagens.

    Toshio Shimada  viveu por mais de vinte anos no Japão onde aprendeu a técnica tebori com grandes mestres, Toshio iniciou os trabalhos de tatuagem junto de seu pai no final dos anos 80 aqui no Brasil. Já na maturidade de seu trabalho, rodou o mundo todo, tatuando em estúdios famosos da Europa, Ásia e nos EUA. Reconhecido no Brasil é referência no estilo Wabori nas terras tupiniquins, o artista utiliza a técnica milenar japonesa utilizando varas de bambus (Tebori). Toshio Shimada já ganhou diversos prêmios no segmento durante sua carreira, sempre priorizando um traço de qualidade, higiene e um visual impecável.

    Durante o evento, Shimada fará apresentações de seus desenhos e demonstrações de suas técnicas para o publico em geral. A galera que estiver afim de conhecer mais sobre os trabalhos de Toshio é só comparecer no Tattoo Week Rio 2017 ou no estúdio Shimada Tattoo que fica Rua Galvão Bueno, 28 – Sala 21, Liberdade, São Paulo ( bem próximo ao metrô).

    http://tattooweek.com.br/

    poster-tattooweek-830x314

  • Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem

    Horihide – um dos grandes mestres do Tebori

    Kazuo Oguri (conhecido também como Horihide) é um artista e tatuador extremamente conhecido e influente no meio da tatuagem.

    horihide
    Horihide em seu studio

    Horihide nasceu em 1937 no Japão, e é um dos grandes mestres do Tebori (técnica de tatuagem com bambus) ainda vivos. Parte de sua fama vem do fato de ter sido o responsável por trazer a cultura da tatuagem oriental para os americanos, influenciando assim outros grandes nomes como Sailor Jerry e Ed Hardy, o que se tornou um marco na tatuagem ocidental e dando origem posteriormente  a um novo estilo, o body suit (tatuagem de corpo inteiro).

    kazuoart
    Ilustrações de Horihide

    Sua vida de aprendiz na tatuagem não foi nada fácil, era comum que aprendizes ficassem anos apenas olhando seu mestre trabalhar. Em alguns momentos chegou a questionar a evolução de seu trabalho, o que fez com que começasse a usar seu próprio corpo como material de estudo, especialmente  depois de ter descoberto que seu mestre possuía partes do corpo totalmente pretas de tinta.

    Só depois de muitos anos de estudo e prática que realmente iniciou seus primeiros trabalhos. Hoje com 79 anos de idade afirma:  “Enquanto puder mover minhas mãos, vou continuar tatuando.”

    151017-japanese-tattoo-horihide_mh_1535-960x640

     

    Texto por Rafael Lucente

  • Mahakala Tattoo,  Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Wabori Tattoo

    Mahakala – O senhor do tempo

    Mahakala ( महाकाल ) é  uma das divindades mais importantes do Budismo tibetano. Kala é uma das manifestações de Shiva, e significa “O Negro”, “O Tempo”. MahaKala é “O Senhor do Tempo”, “O Grande Tempo” e a “Eternidade”. De acordo com algumas lendas,  Mahakala era um demônio e foi convertido pelos budas  Manjushri e Avalokiteshvara. Esta divindade é também conhecida como “O Grande Protetor”, para os budistas, cada tradição tem seu Mahakala que protege os ensinamentos da tradição em particular e toda a doutrina do Senhor Buda. É comum encontrar sua imagem na entrada de quase todos os monastérios.  Eles são expressões enérgicas da sabedoria, formas que espantam a ignorância e destroem o que for preciso para acabar com ela.
    14996413_336514500050098_823706666_n
    Mahakala  é um Dharmapala, ou seja, uma divindade que protege o Dharma (Lei Budista). No hinduísmo Mahakala é também uma das encarnações de Shiva, seria Deus do Tempo, ou o própria tempo. Kala significa tempo, ou até mesmo morte. No Japão é conhecido como Ele também é conhecido como “Daikokuten”  e “Daheitian” na China.

     A cor preta absorve todas as outras cores, assim como, todas as qualidades divinas se fundem em Mahakalae seus três olhos simbolizam o poder de compreender o passado, o presente e o futuro. Devemos também lembrar que ele é a personificação da compaixão e libertação dos seres sencientes que sofrem no Samsara. Já as caveiras em sua coroa representam os cincos venenos mentais: ira, desejo, ignorância, inveja e orgulho.
    Ou seja, de acordo com as crenças, Mahakala é o senhor do tempo e capaz de tirar da vida  das pessoas tudo aquilo que desvirtua do real caminho.
  • Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Wabori Tattoo

    3ª edição do Brasília Tattoo Festival com a presença de Toshio Shimada

    Toshio Shimada estará de 4 a 6 de novembro, na 3ª edição do Brasília Tattoo Festival, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Um evento diferenciado, que conta com uma grande variedade de atrações: estandes com tatuadores e body piercersshows, concursos, aulas de skate, ações sociais, workshops, modelos exóticos, entre outras.

    Cento e sessenta estandes recebem o público participante, em um espaço de 11.900m2. Oportunidade única para tatuar ou ou aplicar um piercing com os melhores profissionais do segmento. O Brasília Tattoo Festival ainda conta com praça de alimentação, DJs e shows, com atrações de peso. No palco teremos CPM 22, na sexta-feira (4/11), Raimundos, no sábado (5/11) e, para fechar, no domingo (6/11), Rael da Rima.

    O ingresso custa R$ 40,00 a inteira e R$ 20,00 a meia com carteirinha estudantil, ou com a doação de 1 quilo de alimento. Será vendido na bilheteria digital e lojas Abriu Pro Rock (Centro Comercial Gama Shopping e Pátio Brasil).

    btf_fb_post-template-tatuadores-3-toshioshimada