• Toshio Shimada

    Amabie um youkai contra a pandemia.

    Você conhece Amabie?

    Um ser lendário no Japão Meio-humano meio-peixe / youkai, o

    Japão está intimamente relacionado com a natureza e a vida, existem muitos tipos de youkais. “Amabie” é um tipo de yōkai que surgiu no mar, provavelmente na região de Kumamoto, em 1846 ao final do período Edo. A criatura saiu do mar e ela cheia de brilhos, e disse ao as pessoas: “Eu sou Amabie que vive no fundo do mar.” Mostre às pessoas a imagem da minha figura o mais rápido possível para todos que poderem. “Ela disse que havia previsto as duas coisas e voltou para o mar., as previsões foram de fartas colheitas, mas também de uma iminente epidemia. as pessoas entenderam: “desenhe minha figura e mostre logo para as pessoas”, .

    Amabie período Edo Hiroshika 1846 faz parte da coleção de xilogravura que pertence a Biblioteca da Universidade de Kyoto.

    Durante este período em que o mundo segue enfrentando a pandemia do Corona vírus, um movimento interessante ganhou força a partir das redes sociais no Japão, fazendo menção a essa bondosa lendária criatura do mar, popular no período feudal japonês. conhecido como Amabie, é descrito como um ser com traços bem parecido de uma sereia, com cabelos longos um bico grande como de um corvo e três caldas de peixe. A lenda conta que Amabie trás influências para boas safras e colheitas, uma figura amigável com os humanos, além disso, trás avisos para o combate a eventuais pragas. Ela sugeriu que, caso alguma doença ou praga surgisse, as pessoas deveriam mostrar um desenho dela (Amabie) para todos que conseguissem, influenciando assim para que a praga seja afugentada.

    Este yokai não e muito usando em tatuagens mas nos fizemos uma busca no google e aqui abaixo esta algumas tatuagens de Amabie. confira!!

  • Toshio Shimada

    Significado da Hannya Mask

    O nome hannya (般若) vem da palavra sino-japonesa prajna com o significado sabedoria. Uma tradição afirma que este nome foi dado a esta máscara porque era o nome de um monge artista Hannya-bō (般若 坊). Uma explicação alternativa é que o artista precisaria de muita sabedoria para criar esta máscara.  As máscaras Hannya são um dos ornamentos japonês tradicional mais usados em tatuagens no Japão e fora do Japão. No Japão estas mascaras são bem popular em apresentações teatrais, como no teatro Noh , teatro kyogen e danças kagura Shinto. É uma representação de uma mulher ciumenta e enlouquecida que se transforma em um demônio horripilante. De certa forma, seria uma lenda parecida como a Medusa, mas sua história é mais antiga , e suas raízes estão na cultura japonesa há séculos.

    A razão pela qual a máscara Hannya é tão popular no mundo das tatuagens talvez seja sua ótima aparência, com um design bem atrativo para os que gostam de chamar atenção. muitas das tatuagens de hannya feitas, São tatuagens grandes cobrindo a costas inteira, mas também é possível encontrar uma máscara Hannya menor com outros desenhos ao seu redor. Para algumas pessoas, esta é uma imagem bastante assustadora, enquanto para outras, é simplesmente muito linda. De qualquer forma, é uma imagem forte e poderosa que possui vários significados diferentes. O significado dessa tatuagem depende de quem são os proprietários e do estilo da tatuagem de máscara Hannya que eles decidem fazer.

    A máscara consiste em dois chifres pontiagudos, olhos enormes e tristes e uma boca larga com um sorriso horripilante . Freqüentemente, há dentes afiados também, o que aumenta sua aparência de horror. A imagem normalmente tem o objetivo de assustar e horrorizar as pessoas que não sabem de sua historia, fazendo com que o público tema a raiva e o ciúme da mulher demônio. Uma pessoa que faz uma tatuagem de máscara Hannya pode estar tentando obter admiração das pessoas que a veem, ou eles sabem que a imagem simboliza algum lado mais obscuro.

    As máscaras Hannya são a representação da queda de uma mulher atormentada na insanidade da inveja e um comportamento compulsivo. um design de máscara Hannya com a cor mais brilhante é a mais distante do demônio real. Os chifres são menores e menos assustadores. As pessoas que optam por obter esta imagem de máscara Hannya geralmente sugerem que ainda são normais naquele ponto, mas há perigo e caos que é um deleite para este estado. Esta versão da tatuagem é a escolha perfeita para uma pessoa que tem problemas de ansiedade ou raiva profunda.

    Variações de tatuagem de máscara Hannya

    Este é um design muito popular entre as tatuagens japonesas, é uma imagem dominante por si só. No entanto, algumas pessoas optam por incluir algum outro simbolismo ou imagens com a tatuagem da máscara Hannya para enfatizar o simbolismo ou alterá-lo ligeiramente. 

    Máscara Hannya com tatuagem em flor de cerejeira

    A máscara Hannya combinada com o design da flor de cerejeira é uma combinação muito popular usada nas tatuagens. A flor de cerejeira é um símbolo de que a vida é bela, mas ao mesmo tempo muito curta. Isso vem do fato de que as flores de cerejeira são particularmente atraentes, mas morrem rápido. Mesmo que essa combinação não faça sentido, pode ser uma maneira perfeita de ajudá-lo a entender que você não tem tempo para passar a vida cheio de ciúme.

    Máscara Hannya e tatuagem de cobra

    A cobra japonesa é o símbolo do feminino divino ou atributos da mulher que podem ser sagrados. Isso representa um ajuste perfeito com a dualidade da mulher. Essa combinação representa o lado ciumento e impulsivo da mulher versus a bela parte feminina de uma mulher. Esta tatuagem é uma imagem impressionante dos diferentes espíritos de uma mulher e parece ser uma escolha popular entre os entusiastas de tatuagens japonesas.

    Máscara Hannya e tatuagem com ondas e flores

    Quando a tatuagem de máscara Hannya é combinada com flores e ondas, ela cria um símbolo do refluxo da vida em todas as suas formas. Isso está até associado aos sentimentos de ciúmes, na história da Kyohime, a lenda da mulher apaixonada por um monge, ela atravessa o rio cheio de pétalas de sakura, para seguir este amor e se transforma em uma enorme serpente.

    A tatuagem com máscara Hannya pertence ao grupo das tatuagens que não precisam de múltiplos significados para ser considerada uma escolha fantástica. É o tipo de design que muitas pessoas adorariam ter, uma vez que fica excelente tanto em preto e cinza como colorida.  Mesmo que seja um pouco sinistro de se olhar à primeira vista, ao mesmo tempo, pode ter um significado poderoso para quem a tem tatuado em seu corpo, e pode ser adaptado para atender os diversos gostos.

  • Toshio Shimada

    Significado e Simbolismo do tigre na tatuagem

    Entre os estilos de tatuagens, o japonês é um dos estilos mais populares que existe. Uma das principais razões pelas quais a tatuagem tradicional japonesa (irezumi) se tornou popular porque todas as imagens têm um significado por trás delas. As tatuagens japonesas têm uma profundidade adicional em sua arte. Esta e uma das razoes por o estilo de tatuagem oriental persistir por tanto tempo e estender sua popularidade entre a cultura ocidental.

    Isso se aplica à tatuagem do tigre no Japão, entre como a muitas outras imagens. O tigre, na cultura japonesa, tem muito significado. Isso mantém essa imagem extremamente relevante, mesmo em momentos como este. A tatuagem do tigre tem um grande significado e, neste post vamos abordar sobre a história e o significado por trás dessa imagem histórica que e o tigre asiático.

    História da tatuagem japonesa

    As tatuagens japonesas tradicionais foram usadas como proteção e símbolos de devoção semelhantes às tatuagens religiosas em varias culturas antigas. Além disso, essas tatuagens eram usadas para exibir status na sociedade. Com o passar do tempo, essas tatuagens foram usadas como forma de marcar criminosos, escravos e prisioneiros de guerra. Eventualmente, as tatuagens no Japão voltaram a ser um símbolo de status em a classe dos comerciantes que, estranhamente, não deveriam exibir sua riqueza.

    Avançando para a Segunda Guerra Mundial, o Imperador do Japão, em um esforço para melhorar a imagem do Japão para os ocidentais, as tatuagens foram proibidas a exposição publica. Mas isso não impediu que o lado do submundo do Japão fizesse tatuagens. Os ocidentais começaram a se interessar pelas tatuagens japonesas devido o grande valor artístico e cultural. Logo o movimento criminoso no Japão começou a surgir com suas tatuagens de corpo inteiro, o estilo Yakuza de tatuagem se tornou popular. Os membros da Yakuza (máfia japonesa) seriam tatuados da cabeça aos pés, mas você nunca saberia. Esse estilo de tatuagem cobria todas as partes do corpo, exceto as partes do corpo expostas. Os desenhos de tigre também são uma grande parte das tatuagens usadas pelos Yakuzas.

    Simbolismo do tigre no Japão

    O tigre japonês tem muitos significados que presumiríamos que o tigre tem na natureza. Força e coragem estão entre as qualidades que os amantes da tatuagem procuram quando tentam representar em suas tatuagens. O tigre também tem outras representações, como proteções contra espíritos malignos, desastre naturais, doenças e azar.

    O tigre também é o símbolo do outono e do Norte na Ásia. O tigre é uma das divindades japonesas que foi adotada da cultura chinesa. O tigre controla o vento enquanto a fênix controla o fogo, o dragão controla a água e a tartaruga com uma cauda de cobra controla a terra.

    Especificamente, o tigre japonês é chamado de Byakko na tradição japonesa. Está associado ao planeta Vênus e ele é branco. Byakko simboliza os guerreiros que lutaram pelo Japão e, portanto, muitos guerreiros usavam a imagem de tigre branco quando entrava em batalha.

    Tatuagens como forma de punição no Japão

    Como mencionado anteriormente, houve um período em que as tatuagens eram associadas apenas a criminosos e malfeitores. Era difícil para alguém se esconder ou seguir em frente com sua vida quando tinha a marca de ‘LADRÃO’ tatuada em sua testa. O uso de tatuagens voltou em quarto lugar de ser associado ao positivo e ao negativo. No entanto após um longo período, quando as pessoas do submundo começou a se tatuar novamente, a imagem das tatuagens mudou mais uma vez.

    Variações de tigre japonês

    Existem diferentes variações da tatuagem do tigre japonês e como elas são colocadas no corpo. Geralmente, uma imagem do tigre trás mais destaque e isso também trazendo maior força e sorte para quem esta tatuado, a tatuagem do tigre precisa ter espaço para ser tatuada e, portanto, o lugar principal seriam as costas inteira com uma imagem do tigre cobrindo toda a área, e logo a segunda opção braços ou pernas.

    Manga de tigre japonesa

    Uma maneira popular de fazer a tatuagem do tigre em volta do braço em forma de manga fechada. Ao fazer isso, a pessoa que usa essa tatuagem geralmente a usa para simbolizar a força interior e a coragem. Em muitos casos, você verá a manga do tigre acompanhada de outros símbolos japoneses, como flores de cerejeira ou ondas. O tigre geralmente está em uma posição agressiva ou pronto para atacar vítimas desavisadas. A pessoa que usa essa tatuagem no braço tem espirito de guerreiro.

    Tatuagem de tigre e dragão japoneses

    O tigre e o dragão juntos na cultura japonesa. Uma ideia é que o tigre e o dragão são os símbolos yin e yang dos tempos antigos e, juntos, formam o universo. Diz-se que o dragão reina sobre o céu e os céus. Esta criatura mítica simboliza o yang, enquanto o tigre representa o yin. O tigre fica perto do chão. Agachado e pronto para atacar. Ele fica perto da terra, que é representado pelo yin.

    Com tudo isso dito, você pode ver a importância do tigre na cultura japonesa. Geralmente, um símbolo de força e coragem, você encontraria muitos guerreiros usando essa tatuagem. Muitos de nós nos sentimos guerreiros hoje. Quer nós literalmente lutemos para viver ou tenhamos lutado contra doenças e azar, a tatuagem do tigre pode ser vista como uma fonte de força e um símbolo da coragem que temos.

  • Toshio Shimada

    Significados da tatuagem de Ganesha

    As imagens de Ganesha são a representação das divindade hindu mais mais populares no mundo da tatuagem. Também conhecida como Vinayaka, Binayak ou Ganapati. Você encontrará a imagem de Ganesha em toda a Tailândia, Nepal, Índia e Sri Lanka. Em hindu, Ganesha é adorado independentemente da filiação.

    Ganesha é uma imagem fácil de identificar por sua grande cabeça de elefante e seus quatro braços. Ganesha é conhecido pelo deus da remoção de obstáculos. Ele também é conhecido como o patrono das ciências e artes, bem como o ser benevolente da sabedoria e do intelecto.

    Neste Post, vamos explorar um pouco da história por trás do Ganesha e o que esse Deus simboliza na vida e também no universo da tatuagem. Esperamos que neste post você tenha um melhor visão sobre a tatuagem de Ganesha e o que ela significa para as pessoas que a usam.

    Iconografia

    Muitas pessoas se perguntar como Ganesha se parece e como ela é retratada em tatuagens ao redor do mundo. Ganesha é extremamente apreciado na arte indiana. Ao contrário de muitas das outras divindades, Ganesha mostrou muitas variações de seus padrões distintos ao longo dos tempo. Ganesha pode ser retratada brincando com a família, sentada ou em uma posição elevada, ela pode estar dançando ou lutando contra demônios. Felizmente, por causa das muitas maneiras como Ganesha é retratado, em tatuagens de Ganesha são encontradas muitas formas e estilos e não seria uma surpresa ver Ganesha em uma infinidade de posições e arranjos decorativos.

    As imagens de Ganesha estavam por toda parte na Índia no século 6. As primeiras imagens eram de Ganesha sentado. Ganesha tem uma grande barriga e uma cabeça de elefante. A maioria das representações de Ganesha o mostram com quatro braços segurando itens diferentes. No entanto, os itens comuns mantidos por Ganesha nesta imagem são sua própria presa quebrada. Ele também é conhecido por estar segurando uma corda e um machado. Todos eles têm significados específicos, mas entraremos nissa parte em breve. Você também pode ver o tronco de Ganesha girando bruscamente para provar um doce que ele está segurando. Em algumas ocasiões, no entanto, você pode ver Ganesha retratado com uma cabeça humana.

    Mitologia

    Na mitologia hindu, há muita discussão sobre como Ganesha conseguiu a cabeça de um elefante. Uma história explica que a deusa Parvati queria tomar banho e, ao fazer isso, pediu para um menino para guardar a entrada do quarto onde se banhava. Seu marido, Shiva, voltou e desejou entrar na sala que o menino (Ganesha) estava guardando e ele não foi autorizado a entrar. Em um acesso de raiva, Shiva cortou a cabeça do menino, o que deixou Parvati chateada. Então Shiva enviou seu exército para encontrar a cabeça do primeiro animal que avistaram e a trouxe de volta para ser presa ao corpo do menino. Ao fazer isso, o menino foi trazido de volta à vida. A cabeça de elefante é uma representação da sabedoria e da obtenção de conhecimento por meio da escuta e da reflexão. Além disso, muitas famílias colocarão uma estátua de Ganesha nas portas para proteger de visitantes indesejados.

    Outra história da tradição hindu discute como Ganesha perdeu uma de suas presas. Existem diferentes versões dessa história, mas uma das mais populares diz que Ganesha quebrou sua própria presa para poder transcrever o Mahabharata. Durante o processo de escrever isso, a caneta de Ganesha parou de funcionar, então ele quebrou sua própria presa para não ter que parar de trabalhar. Dessa forma, a presa quebrada simboliza o sacrifício, e isso é especialmente verdadeiro no assunto da arte.

    A outra história de como Ganesha perdeu sua presa foi que ele estava protegendo seu pai Shiva enquanto ele dormia, e um guerreiro chamado Parashuram veio visitá-lo. Novamente, Ganesha não permitiu a entrada de Parashuram. Isso enfureceu Parashuram e ele atirou um machado em Ganesha. Foi travado com sua presa e quebrado. Isso lhe valeu o apelido de “One Toothed”.

    Além disso, a mitologia hindu nos fala de um sábio chamado Vyasa pedindo a Ganesha que transcrevesse um texto sagrado chamado Mahabharata. Como Ganesha escolheu entender os escritos antes de transcrever, Ganesha também é conhecido como um símbolo da ética do trabalho e um deus da educação. Prudência e sabedoria também eram características de Ganesha. Suas bênçãos no mercado deram boa sorte aos proprietários de empresas.

    Significados da tatuagem de Ganesha

    Ganesha, como um todo, tem muitos significados, mas há muitos significados a serem extraídos dos detalhes desta imagem Ganesha. Sua boca pequena representa a ideia de falar menos e ouvir mais com suas orelhas grandes. Sua grande cabeça simboliza a capacidade de pensar grande e a ideia da alma eterna. Seus pequenos olhos nos falam de seu poder de concentração.

    Ganesh perdeu uma presa que nos diz para descartar as coisas ruins da vida e reter as boas. Na mesma nota, sua barriga grande nos diz para digerir pacificamente o bem e o mal que encontramos na vida. O machado em sua mão nos diz para cortar os laços de apego, enquanto o laço na outra mão é chamado de um símbolo de nos aproximarmos de metas que estabelecemos para nós mesmos.

    Ao fazer uma tatuagem Ganesha, há muitas direções diferentes que você pode seguir e muitos significados diferentes que você pode interpletar dessa imagem. A maioria deles tende a girar em torno das artes, mas há muitos significados ocultos nas imagens e mitologias, como falamos acima neste post.

    Seja qual for o seu motivo para fazer uma tatuagem Ganesha, queremos ter certeza de que você fez sua pesquisa e refletiu sobre isso. Esperamos que este artigo tenha ajudado você ao longo do caminho em sua jornada de sua próxima tatuagem e ajudou você a ver o significado por trás da tatuagem Ganesha.

  • Toshio Shimada

    Significado e simbolismo das flores Japonesas na tatuagem

    As flores no Japão têm muitos significados importantes ​​e sagrados, cada uma trazendo seu próprio propósito para aqueles que as admiram a beleza das flores. As cerejeira japonesas (sakura) são as mais usadas nas tatuagens Irezumi (tradicionais tatuagens Japaonesas). Os japoneses são grandes admiradores da beleza de suas flores e o país tem uma infinidade de jardins incríveis para o público desfrutar destas flores. As flores se tornam uma inspiração para os amantes da tatuagem em todo mundo. 

    Sakura (cereja japonesa)

    As flores de cerejeira são intrínsecas à imagem nacional do Japão, uma vez que as flores de cerejeira são as flores nacionais do Japão. As flores são rosa claro e branco, mas nas tatuagens são aplicadas cores mais fortes como vermelho e rosa escuro, muitas tatuagens são feitas em único galho com um toque mais feminino. Ja nas tradicionais irezumi, as sakuras são as flores preferidas de quem tem uma tatuagem de corpo inteiro no Japão. elas tem um simbolismo muito ligado as batalhas dos grandes samurais.

    Significados: Realização e beleza de coração, Para muitos japoneses, as cerejeiras faz parte da vida como um símbolo de renovação e reconstrução.

    Flores como a cerejeira e o crisântemo são símbolos nacionais do Japão. Tais flores têm o poder de invocar poderosas emoções, enraizadas no pensamento e coração dos japoneses, talvez seja por que estas flores estão sempre presente em tatuagens no Japão.

    Diz-se que a cerejeira está realmente entre as mais belas flores da primavera, enquanto o crisântemo, entre as do outono e inverno. A cerejeira, no entanto, se você decidir fazer uma tatuagem com flores e bom pensar que elas estão em estações do ano diferentes.

    O significado da tatuagem de crisântemo

    Crisântemo é a flor simbólica do Japão, mas ela é originária da China e foram os chineses, na antiguidade, que o introduziram na “Terra do Sol Nascente”.

    Seu nome deriva das palavras gregas chrysòs , que significa ouro , e anthemon , que significa flor , portanto, em geral, significa flor dourada .

    Crisântemo , também conhecido como “margarida de 16 pétalas”, é uma flor muito popular no Japão, considerada símbolo da realeza por estar ligada à Família Imperial.
    Esta flor é entregue nas celebrações e festas, como casamentos, nascimentos, baptizados e aniversários, como símbolo de renascimento, alegria, positividade, paz, vitalidade e amor pela família e pelos filhos.
    No Japão , o crisântemo é uma flor tão popular que usado para nome feminino.

    O crisântemo em tatuagens

    Não só nas tatuagens Japonesas, o crisântemo sempre foi um tema muito querido e representado em todos os estilos. Muitas vezes é representado com muitas pétalas curvas estreitas irradiando do centro para o topo.
    Esta flor é considerada um símbolo imperial, pelo que a sua majestade e elegância irão enriquecer qualquer desenho juntos desta flor.
    Em particular, nas tatuagens japonesas, o crisântemo simboliza a generosidade e a grandeza do homem e a determinação. O crisântemo, a flor dourada, é também uma representação do sol que assume o sentido genérico de longa vida por ser também uma planta medicinal.

    Se a tatuagem de crisântemo for mais estilizada , torna-se um sinal de fertilidade, sensualidade e representa a emocionalidade de seu dono.

     O significado do crisântemo muda ou fortalece os significados se combinado com outros elementos.

    Você pode decidir combinar a figura do Crisântemo com a do dragão, outra figura símbolo do da energia da natureza: neste caso sendo duas imagens positivas, a tatuagem representará juventude, riqueza e sucesso.
    Dois crisântemos , um maior, em plena floração, outro em botão, representam as relações familiares, no sentido de que a pessoa valoriza e ama as pessoas mais próximas.

    Se o crisântemo for feito na cor Turquesa , com Folhas Verdes, representa juventudevitalidade e persistência.

    O uso de cores vivas como o Vermelho e o Amarelo tornam a imagem solar, enfatizam a figura e simbolizam a bondade do dono. Se os detalhes forem pintados em preto bem forte, a tatuagem ajudará seu dono a ser invulnerável e cheio de energia. Crisântemos
    azuis e rosa com folhas verdes e detalhes escuros trazem coragem e confiança ; Crisântemos vermelhos com caules e folhas pretas servirão para lembrá-lo de que a beleza não dura para sempre.

  • Toshio Shimada

    Saru Tattoos, também conhecido como o lendário Japanese Monkey Tattoos

    Macacos ou “Saru” em japonês, têm uma linhagem rica (e às vezes confusa!) No folclore japonês. O macaco é um animal que se tornou uma figura chave em muitas lendas e histórias, as tatuagens de Saru, também conhecidas como tatuagens de macaco japonês, retratam a criatura astuta que todos nós conhecemos e amamos. As tatuagens Saru geralmente vêm na forma de máscaras Noh, mas também podem ser confundidas com Son-gyoja, a versão japonesa do Rei Macaco. O significado e o sentimento sobre os macacos mudaram ao longo dos anos no Japão. No século 8, eles eram considerados mediadores entre os deuses e os humanos, mas depois de um tempo foram considerados pequenos trapaceiros desagradáveis. 

    As tatuagens do Saru japonesa são muito divertida e carismática.

    Tatuagens de máscara japonesas são muito popular no Japão e o Saru estão entre uma delas! As tradições e mitologias do Japão são infinitamente fascinantes, as pessoas ao redor do mundo sempre se inspiraram em vários personagens do Japão, especialmente os artistas da tatuagem tem uma grande atração pelo folclore e mitologia japonesa. É provavelmente por isso que muitos dos desenhos de tatuagem mais populares têm raízes no Japão.

    O teatro “nô” é o clássico drama musical japonês popular desde o século XIV, uma parte significativa do qual se deve às máscaras usadas nas apresentações. Todas as máscaras de teatro Noh representam um personagem específico, algumas das mais famosas sendo Hyottoko, Okame e Hannya essas máscaras se tornaram bem conhecidas nas tatuagens japonesas . Um desenho de máscara menos comum, é o de Saru, a máscara de macaco. 

    As tatuagens de Saru são uma das mais divertidas e carismáticas tatuagens das máscara japonesas. Uma arte muito subestimada, As tatuagens de Saru têm muito a oferecer. Ela representa toda a alegria e a disposição como os velhos macacos da floresta.

    Dito isso, não há falta de significado por trás da tatuagem Saru, então pode ser uma boa ideia pesquisar essas divindades brincalhonas antes de tatuar um Saru.

    Zodíaco Japonês

    Ano Japonês do Macaco. O macaco é o nono símbolo do Zodíaco Japonês. Acreditava-se que os macacos eram os sábios das montanhas e mensageiros de Deus. Este sinal representa “inteligência” e “curiosidade”.

    Traços de personalidade

    Os macacos são inteligentes, inventivos, flexíveis e decididos. Embora sejam perfeccionistas e não hesitem em usar todos os truques para atingir seus objetivos, tendem a se preocupar com um ganho de curto prazo e não conseguem ver o quadro todo.

    Você pode identificar um macaco se ele:

    • Coloque-se antes dos outros.
    • Possui excelentes habilidades de negociação.
    • Tendem a tomar decisões precipitadas.

    Compatibilidade com outros signos

    Os macacos são compatíveis com ratos e dragões. Se esses três se juntam, isso gera um grande poder positivo. Os macacos também têm uma relação mutuamente benéfica com as cobras. Os tigres são os menos compatíveis com os macacos.

    Em japonês

    Em japonês, um macaco é “saru” em romaji e é escrito como “猿” em kanji. No zodíaco japonês, entretanto, é escrito como “申”.

    Procurando alguma inspiração de mascara de Saru?

    Confira o que separamos para os melhores designs de mascara de Saru!

  • Toshio Shimada

    Hyottoko (火 男) “homem do fogo”

    Em geral quando se fala de tatuagem oriental muitas pessoas ja se referem ao Irezumi, a tradicional tatuagem japonesa. Um estilo cuja a história se mesclaram a máfia japonesa (Yakuza). Neste post vamos falar sobre um personagem que esta muito presente nas tradicionais tatuagens japonesas, Hyottoko (火 男) é um personagem japonês cômico, retratado com o uso de uma máscara. Sua boca franzida e inclinada para o lado em uma expressão bem cômica. Algumas máscaras têm tamanhos dos olhos diferentes entre o olhos esquerdo e direito. Ele costuma usar um lenço em volta da cabeça (geralmente branco com pontos azuis). Existe também um personagem semelhante para mulheres chamado Okame (阿 亀) ou Otafuku (阿多福) .

     A origem do nome vem do “fogo” (火, hi ) e “homem” (男, otoko ) , pois o personagem está soprando fogo com um cachimbo de bambu, daí o formato da boca. Os dialetos locais transformaram-no em Hyottoko (ひ ょ っ と こ),  hio em hyo e tornando o / t / geminado.

    Quem é Hyottoko?

    Hyottoko, como muitos de nossos personagens japoneses favoritos, foi popularizada com personagem de máscara no teatro Noh .

    O teatro Noh é muito popular no Japão, embora tenha reduzido muito o tempo de execução para se ajustar à capacidade de atenção moderna, ele mantém muitas de suas peças no formato original.

    Existe uma lenda que algumas pessoas associam a Hyottoko. A história é de um menino que pode produzir ouro com o umbigo.Quando as famílias precisam de um pouco de sorte ou um membro da família acaba de falecer, eles colocam uma máscara do rosto do menino na lareira para atrair boas vibrações e prosperidade.

    O menino da lenda era conhecido por ter um rosto muito distinto, seu nome era Hyoutokusu, então muitas pessoas acreditam que isto seria o começo da história de Hyottoko.

    Na vida adulta, Hyottoko é frequentemente visto com sua esposa e companheira Okame. Ela é uma figura de aparência simpática, com rosto redondo, bochechas cor de maçã, lábios vermelhos e um sorriso recatado. Okame já foi considerada o epítome da beleza feminina.

    O nome de Okame se traduz como “Tartaruga”, que é um símbolo japonês para uma vida longa e saudável.

    Okame também é conhecida como espécie de deusa da alegria e felicidade.

    Visto como a contraparte masculina de Okame, Hyottoko é uma figura igualmente cheia de simpatia.

    O nome de Hyottoko se traduz aproximadamente como “homem do fogo” e, em alguns casos, ele é considerado uma divindade do fogo ou um tipo de deus do fogo.

    Ele é um símbolo de sorte, prosperidade e alegria de modo geral.

    Sua aparência é bastante cômica quando comparada à de seu parceira Okame.

    Temas comuns em tatuagens Hyottoko

    As tatuagens Hyottoko se tornaram uma espécie de ícone entre os entusiastas da tatuagem tradicional japonesa.

    Depois de conhecer essas figuras, você começará a vê-lo em todos as buscas sobre tatuagem tradicional japonesa.

    Nas tradicionais tatuagem japonesas, as pessoas adoram exagerar ainda mais as características engraçadas de Hyottoko.

     As expressões são as mais variadas mas sempre mantendo a características do lenço na cabeça e o seu lábios enrugados como se estivesse cuspindo fogo.

     Alguns artistas desenham chamas saindo dos lábios enrugados de Hyottoko.

     No que diz respeito ao estilo, essas tatuagens são geralmente feitas em uma estética da arte japonesa modernizada.

     Um pouco caricato, um pouco tradicional, como o próprio Hyottoko.

     O melhor é incorporar todos os detalhes no seu design, por isso não esqueça sua bandana azul e branca!

    Festival Hyottoko

     Se você esta decidido a fazer uma tatuagem inspirada neste cômico personagem folclórico japonês, mas quer saber mais um pouco dessa energia alegre e levar para toda a sua vida este ícone da tradicional tatuagem japonesa, existe um festival Hyottoko de 2 dias todo verão na província de Miyazaki Japão. Neste festivais você vai encontrar as performances de pessoas com máscaras Hyottoko, competições, desfiles e todos os tipos de alegria. esta é uma grande dica de viagem se você esta pensando em ir para o Japão e fazer sua tatuagem.

    Hyottoko Tattoo Ideas

    As tatuagens podem ser uma forma de celebração e uma forma de marcar momentos da vida.

    Encontrar um personagem engraçado que ressoa com você é uma ótima maneira de se juntar a essa celebração.

    Procurando alguma inspiração de Hyottoko ?

    Confira o que separamos para os melhores designs de tatuagem Hyottoko!

  • Toshio Shimada

    MÁSCARA DE TENGU: ORIGENS, SIGNIFICADOS E MUITO MAIS EXPLICAÇÃO DA TATUAGEM

    De todos os espíritos, deuses, criaturas e demônios em que uma tatuagem japonesa (Irezumi) pode se inspirar, a máscara Tengu é a que tem mais atrai olhares curiosos. Os tengu são mais como deuses diferentes do que outros yokai trapaceiros – e eles são como grandes guardiões das florestas e montanhas do Japão. Neste post vamos se aprofundar um pouco nesta rica e importante personagem do folclore japonês.

    Normalmente, as imagens Irezumi populares podem ser vinculadas a uma única lenda, parte da tradição folclórica ou parte da prática budista ou xintoísta. No folclore japonês, muitas histórias incluem espíritos, criaturas sobrenaturais e demônios chamados yokai. E de todos os yokai, o tengu é aquele que pode parecer mais familiar para um ocidental moderno. À primeira vista, é muito parecido com um super-herói: a habilidade de voar, grande força física, poderes mágicos e habilidades secretas em artes marciais. Mas o tengu não é uma criação de quadrinhos – ele tem uma longa história e profundas conexões com a cultura e religião japonesas.


    TENGU, GOBLIN DE NARIZ LONGO 天狗 (て ん ぐ)


    Assim como a kitsune e o tanuki, o tengu é uma das inspiração mais usadas para tatuagens japonesas. Ambos são animais mas a sua evolução deu voltas e mais voltas ate estes seres se tornar muito popular. E como a conexão do kitsune com o xintoísmo, ele tem uma relação próxima com outra religião japonesa, o budismo. O relacionamento não é feliz, entretanto. Os Tengu são inimigos declarados da fé budista, e grande parte de sua história foi gasta tentando atrair as pessoas para fora do caminho da iluminação.

    Você pode estar mais familiarizado com o Tengu de nariz comprido e de rosto vermelho, mas você pode ficar surpreso ao saber que existem dois tipos diferentes de Tengu. E aquele que veio primeiro é considerado menor que o yokai mais novo.

    O Grande Tengu ou chamado de daitengu 大 天狗 だ い て ん ぐ é um imponente semi-humano cuja característica mais proeminente é um nariz comprido e as asas enormes. Você provavelmente já viu fotos da máscara vermelha brilhante de nariz comprido que representa o rosto do daitengu. Quando dizemos “tengu” este e a imagem mais comum de se encontrar. Eles vivem em florestas nas montanhas profundas do Japão, e determinadas montanhas são consideradas casas de alguém, chamado daitengu. Alguns de seus poderes, como a posse, são compartilhados com outros yokai, mas suas habilidades especiais incluem controle do vento, ele e um ecelente espadachim e também pode voar. Os Daitengu freqüentemente abduzem os humanos, às vezes para atormentá-los, mas outras vezes para ensinar-lhes todo o seu conhecimento e magias secretas das florestas. Os antigos guerreiros do Japão até procuravam o daitengu para aprender seus segredos, mas eles muitas vezes se arrependiam por que o Daitengo sempre enganavam estes pobres humanos em busca de seus conhecimentos.

    Junto com o rosto vermelho, nariz comprido, mantos e asas, os daitengu podem ser representados segurando o grande leque que usam para criar e agitar ventos fortes que formam grandes rodamoinhos. As lendas diz que são os causadores de guerras e desastres naturais. Com sua natureza orgulhosa e inclinação para o caos e a selvageria, não é de se admirar que vários escritores tenham feito conexões entre daitengu e a sociedade humana.

    O outro tipo é chamado kotengu 小 天狗 こ て ん ぐ (tengu menor) ou karasutengu 烏 天狗 か ら す て ん ぐ karasutengu. Karasu significa corvo, mas esses tengu também podem assumir a forma de aves de rapina, especialmente Falcão negro (tobi 鳶 と び). Eles também usam mantos de monge, mas os kotengu são muito mais parecidos com animais, tanto em sua aparência quanto em seu comportamento. Enquanto os daitengu contemplam perturbar a sociedade humana e interferir na religião, os kotengu são em escala menor. A principal coisa com que você precisa se preocupar é que eles vão te roubar, a lenda diz que se você entrar nas florestas eles podem roubar os seus pertences, nas historias antigas os guerreiros quando entravam nas florestas eram atacados pelos Kotengo que roubavam suas armas. Em alguns contos populares, eles são descritos como fáceis de enganar, algo que você não quer tentar com um daitengu.

    Os kotengu às vezes são considerados servos do daitengu, mas não foi assim que tudo começou. O kotengu é na verdade a versão da velha escola do tengu. Em outras palavras, originalmente o tengu semelhante a um pássaro era o único tipo que existia. Mas conforme a importância do goblin mudou e se desenvolveu, eles se tornaram mais humanos, com o nariz comprido se tornando um bico humanizado.

    Mas, mesmo quando a nova versão do tengu de aparência humana emergiu, a antiga imagem de pássaro ainda permaneceu em seu contesto original. Então, finalmente com dois tipos de tengu nos dias de hoje eles acabam influenciando muitos adeptos a tatuagem em ambas versões. Mesmo que o kotengu seja o original da historia, ele aparece como o secundário. As histórias mais interessantes são sobre o poderoso, inteligente, perigoso, orgulhoso, daitengu humano.

    Aqui separamos algumas tatuagens inspiradas no grande Tengu!

  • Toshio Shimada

    As tatuagens no Japão: por que elas são tão ligadas à Yakuza?

    As tatuagens japonesas enriqueceram a imaginação de milhões de pessoas em todo mundo, incluindo pessoas que tem tatuagens e pessoas que não tem tatuagens. As criações da arte Irezumi são uma identificação do próprio país; eles fazem parte da magnificência e da magia do Japão. Mesmo as opiniões da sociedade ainda estejam contaminados por visões da yakuza ou não, essa decisão ajuda a defender o significado cultural de uma forma de arte que capturou alguns dos melhores aspectos da gloriosa história e civilização do Japão. Os tempos estão mudando e as percepções arcaicas da conexão de Irezumi com a criminalidade estão ainda um pouco lenta, mas seguramente, e a visão tem mudado aos poucos pelos japoneses mais conservadores.

    Não há uma lei específicas contra a tatuagem no Japão, mas existe regras não escrita que condena as tatuagens expostas em publico. O que curioso porque o Japão tem um traço cultural muito forte com as tatuagens de corpo inteiro, chamadas de irezumi. Muitas delas trazem motivos religiosos, mitológicos, animais, natureza e personagens da literatura e folclore japonês.

    Isso por causa da associação que há entre tatuagens e a Yakuza — organização criminosa que opera no Japão há centenas de anos.

    O que é a yakuza?

    Os membros da yakuza estão envolvidos em muitas atividades criminosas como prostituição, jogo e extorsão e corrupção.

    “Eles cresceram a partir de um movimento no submundo de vendedores ambulantes e pessoas envolvidas com jogos de azar que começaram a se unir e a sentir que eram os guardiões do Japão tradicional e orgulhoso nacionalista japonês.

    E, embora se sintam tranquilos de extorquir políticos, empresários e pequenas empresas, alguns dos chefes mais antigos eram “realmente contra” coisas como o tráfico de drogas.

    “Eles sempre tiveram suas razões para fazer as coisas ao próprio estilo”.

    E as tatuagens?

    “As tatuagens são cruciais para os membros da yakuza”, sendo um símbolo de status e poder.

    Mas elas não são usadas ​​como marcadores para indicar que uma pessoa que tenha tatuagem faça parte de uma gangue de Yakuzas.

    São uma “representação muito pessoal” de uma cena da vida do membro da yakuza, ou algo importante para eles simbolicamente – que visa mostrar às pessoas os atributos pelos quais a pessoa que são membros conhecida.

    Muitos membros da yakuza tem quase todo o corpo tatuado, das costas às nádegas e a parte superior das pernas, bem como os braços – embora, devido ao estigma que as tatuagens mantêm na sociedade japonesa, muitas vezes vão apenas até o limite dos antebraços e das canelas. Quanto mais tatuagens mais eles sentem corajosos e cheio de poder.

    As tatuagens demoram muito tempo para serem concluídas e custam muito dinheiro, são feitas por sessões e os desenhos são cheios de detalhes.

    “As tatuagens antigas feitas no Japão eram feitas artesanalmente, com uma vara de bambu fina com um grupo de agulhas na parte superior. esta técnica ainda e usada ate os dias de hoje mas pode se contar nos dedos a quantidade de artistas que mantém esta prática no Japão.

    “No Japão é uma honra ter um trabalho de tatuagens assinando pelo tatuador, o nome de seu mestre tatuador é algo tão importante na tatuagem quanto a própria arte, no Japão existe essa velha tradição que continua ate os dias de hoje.”

    ‘ A tatuagem tem a ver com respeito’

    Os membros da yakuza mantêm suas tatuagens escondidas quase todo o tempo, em público porque sabem que elas são malvistas.

    As tatuagens são usadas muitas vezes pelos membros da yakuza para intimidar a população e ate mesmo seus oponentes.

  • Toshio Shimada

    AS TATUAGENS DE KARURA E GARUDA

    Tatuagens Karura e Garuda

    As imagens da cultura oriental costumam ser a inspiração para a arte em todo mundo ocidental, especialmente quando se trata da arte das tatuagens. O Karura (迦 楼 羅) é uma criatura divina com torso humano e cabeça de pássaro na mitologia japonesa. O nome é uma transliteração do garuda, uma espécie de pássaros gigantescos no hinduísmo, na qual a versão budista e japonesa são baseada.

    Não é difícil de ser atraído pelos seres mitológicos que você pode encontrar no Japão, China, Índia, Tailândia ou Indonésia – é importante notar que muitos desses personagens têm um significado divino na vida diária de budistas, xintoístas e hindus.

    As tatuagem se tornaram popular e são feitas em vários estilos, graças às suas muitas histórias de origem, a tatuagem de Karura ou Garuda, são motivos mais usado na Tailândia ou Indonésia.

    Esta é uma escolha impressionante, mas você deve pesquisar bem as criatura divina antes de fazer uma!

    Em primeiro lugar, a tatuagem terá muito mais significado quando você a conhecer suas origens.

    Quem é Garuda no hinduísmo?

    Karura é talvez mais conhecido como Garuda – uma divindade animal da mitologia hindu. Garuda é uma das 3 divindades animais, e você provavelmente já ouviu falar das outras duas.

    Garuda está em boa companhia com Ganesha, o ser com cabeça de elefante, e Hanuman, o deus macaco.

    Garuda é um homem-pássaro com grandes asas douradas.

    É dito que Garuda eclodiu de um ovo gigante que pode ter queimado o mundo inteiro até ficar crocante quando eclodiu, mas Garuda foi misericordioso.

    Ele apagou o fogo e encolheu-se a um tamanho menos intimidante.

    Este é um bom exemplo da dualidade de Garuda.

    Para colocar as coisas em termos modernos, Garuda é “caótico bom”.

    Garuda é o inimigo do mal, mas é um guerreiro feroz e implacável na batalha.

    Basicamente, você não gostaria de ficar no lado ruim de Garuda.

    Garuda tem uma rivalidade particular com as cobras.

    Suas enormes asas permitem que ele voe em incríveis velocidades.

    Dependendo da lenda em questão, as asas de Garuda podem crescer ou diminuir de tamanho.

    Em algumas histórias, eles têm quilômetros de comprimento, em outras, são grandes o suficiente para bloquear o sol.

    Por causa de sua ferocidade e natureza benevolente, Garuda foi escolhido para ser o veículo do Senhor Vishnu- um deus central no hinduísmo.

    Quem é Karura na mitologia japonesa?

    Karura fez seu caminho para o Japão através da China e acabou se tornou uma figura do budismo japonês.

    A mudança de nome tem origens simples – vem da maneira como os japoneses pronunciam Garuda.

    Você também pode ver Karura referido como konjichō, que se traduz em pássaro com asas douradas.

    Karura não é tanto um ser divino, mas uma espécie de semideuses.

    Karura respira fogo e vive com uma dieta constante de dragões e cobras venenosas.

    Não há muitas diferenças entre os Karura e Garuda.

    Karura, por exemplo, são ligeiramente mais parecidos com humanos e menos parecidos com pássaros do que Garuda.

    Mas com o passar do tempo, as representações de Garuda tornaram-se um pouco mais humanas, então as duas criaturas adjacentes evoluíram juntas.

    Similarmente a Garuda, Karura também é considerado enorme em tamanho.

    O bater das asas de um Karura soa como um trovão e pode criar rajadas de vento fortes o suficiente para secar lagos e derrubar casas.

    Eles podem lançar cidades inteiras na escuridão com suas asas gigantes, os Karura não passam muito tempo na Terra.

    Eles habitam o reino celeste conhecido como Tendō, em uma montanha chamada Shumisen (Monte Meru).

    O que Garuda e Karura simbolizam?

    Os Karura e Garuda têm uma rivalidade natural e aversão às serpentes, conhecidas como Naga. (para ler mais sobre Naga, aqui esta um link que fala sobre isso!)

    Embora as serpentes tenham seu próprio simbolismo divino – elas são uma representação da morte e das trevas.

    Por outro lado, Garuda e Karura voam pelo céu com asas douradas, tornando essas criaturas místicas uma imagem natural de nascimento e vida.

    No budismo, existem quatro virtudes principais.

    Essas são conhecidas como as quatro dignidades e são representadas por animais.

    Um dragão representa o poder, o leopardo da neve representa o Coragem, o tigre representa a confiança e, finalmente, nosso amigo Garuda / Karura representa a sabedoria.

    O Garuda é um símbolo de sabedoria por causa de sua “visão aérea” do mundo.

    Se você for olhar para uma situação objetivamente à distância, a resposta geralmente virá até você.

    Garuda também é o símbolo nacional da Tailândia e da Indonésia.

    As imagens de Garuda são frequentemente associadas aos militares, devido à natureza violenta, mas benevolente, da figura.

  • Toshio Shimada

    Tatuagens inspiradas no Teatro Kabuki Japonês.

    A cultura do Japão nunca deixará de inspirar a arte da tatuagem. Neste post vamos falar um pouco sobre o teatro Kabuki e o que ele influencia em tatuagens tradicionais japonesas.

    O teatro musical dramático do Japão é muito diferente do que você imagina, com certeza ja deve ter ouvido falar do teatro Kabuki, entre fantasias luxuosas, maquiagem e tramas dramáticas envolvidas, as histórias tem inspirado muito artistas das tatuagem ha muito tempo. Por volta do ano 1600, as mulheres faziam as principais performances e suas exposições frequentemente envolviam cenários picantes. Para torná-lo ainda mais sexy, muitos dos atores do teatro Kabuki naquela época também eram prostitutas. O drama e a dança contemporâneo certamente evoluiu desde seu início e muitas tatuagens que são inspiradas pelo Teatro Kabuki se concentram nos trajes e na maquiagem elaborados.

    Existem muitos tipos de arte teatral no Japão, e o Kabuki é um dos mais famosos, junto com o teatro Noh, cujas máscaras são muito usadas como referencias para tatuagens. Esta é a razão pela qual as pessoas confundem entre o teatro Noh e o Kabuki, os atores do teatro Kabuki só usam maquiagem extravagantes e com expressões faciais variadas. Tudo nesta arte é exagerado, desde os figurinos até a atuação. Essa é a razão pela qual as expressões faciais dos atores de Kabuki são vistas como bastante burlescas pelos ocidentais. O teatro Kabuki surgiu no século 17, durante a famosa era Edo, criado por uma sacerdotisa. A palavra significa a arte de cantar e dançar, as duas coisas envolvidas no Kabuki. No início, era realizado apenas por mulheres, religiosas ou prostitutas. Mas, logo foi considerado obsceno, e apenas atores do sexo masculino foram autorizados a interpretá-lo, então os papéis femininos sendo interpretados por rapazes. Ser um ator Kabuki é um papel hereditário e as trupes de teatro costumam estar ligadas a famílias e organizações fortes. As histórias das peças são baseadas em eventos históricos ou lendas envolvendo drama, amor e fantasia.

    A maquiagem atraente e impressionante dos atores é chamada de kumadori. É o foco principal das inspirações em tatuagens kabuki. As diferentes cores da linha e sua organização descrevem o tipo de personagens retratados. A maquiagem vermelha é mais popular para tatuagens, e indica um personagem como herói, guerreiro ou romântico personagem. Essa maquiagem também é representada em folhas de papel. Os atores pressionavam o rosto contra um pano de seda após os shows para manter a memória de sua maquiagem em uma espécie de registro. Também era oferecido como um presente de sorte a espectadores queridos. O mundo do Kabuki é complexo, até mesmo para os japoneses, mas seu mistério e beleza inspiram muitos amantes na arte da tinta na pele.  Se você é um admirador da Cultura japonesa, em sua próxima tatuagem pode se aprofundar mais sobre o teatro Kabuki e se inspirar em alguns dos personagens.

    Aqui separamos uma série de imagens da arte de xilogravura sobre personagens do Kabuki para suas inspirações. Então confira aqui abaixo!

  • Toshio Shimada

    Tatuagens de sapo japonesas

    No Japão a natureza tem um aspecto muito importante no cotidiano, assim como a mitologia japonesa, muito da iconografia dentro dos contos populares usam animais como personagens principais. As tatuagens de sapo japonês são um ótimo exemplo disso e uma adição incrível a qualquer rêfencia de tatuagens Irezumi. Freqüentemente, as tatuagens de sapos japoneses são símbolos de prosperidade, riqueza, sucesso e boa sorte, e é por isso que você pode ver uma tatuagem de sapo que inclui moedas de ouro.

    O sapo aparece como o morador sábio e silencioso do lago, fortemente em muitos contos de fadas. Sapos podem ser criaturas humildes, mas há um rico simbolismo em uma tatuagem de sapo.

    O sapo se tornou um emblema de transição e transformação, pelo seu desenvolvimento em ciclos de crescimento distintos.

    A tatuagem de sapo pode indicar que seu portador atingiu sua forma espiritual equilibrada com todos os seres vivos da terra, que ele finalmente está confortável em sua pele. Sapos também são considerados por várias culturas tribais como seres de boa sorte. Povos da África, México e do Japão acreditam que os sapos trazem chuvas e colheitas abundantes.

    Em várias culturas asiáticas, os sapos são associados à lua. A eles são atribuídas qualidades mágicas, e sua presença significa riqueza e longevidade. Uma tatuagem de sapo pode unificar essas qualidades em uma imagem sutil, porém real.

    Os olhos esbugalhados do sapo e a pele manchada criam um design atraente. Os sapos têm uma qualidade introspectiva, perfeitas para as pessoas quietas e atenciosas que compartilha sua sabedoria.

    Sapos também são uma boa referencia para a sua tatuagem envolvendo histórias e rituais shamanicos. as secreções de suas verrugas tinham propriedades alucinógenas e psicodélicas para o povo asteca, que costumava usá-las em rituais religiosos para evocação dos poderes da natureza.

    Os olhos brilhantes de uma tatuagem de sapo significam uma personalidade observadora ou uma presença que tudo vê. Os sapos forneceram sustento espiritual e físico às civilizações humanas desde os tempos antigos. Eles são criaturas fascinantes que são ótimas referencias para sua tatuagens – seja a sua tatuagem de sapo a atração principal ou um pequeno preenchimento junto a outros desenhos. Como existem muitas espécies de sapos, você tem muitas opções de cores e formas à sua disposição.

    O sapo que traz sorte no dinheiro do feng shui

    O sapo do dinheiro feng shui – também conhecido como sapo de três pernas ou sapo da fortuna – tem profundas raízes simbólicas. É uma criatura mitológica com três pernas que atrai riqueza e abundância. Um sapo do dinheiro pode ser colocado em vários locais, mas existem algumas regras gerais a serem seguidas para desfrutar de todos os benefícios desse símbolo espiritual.

    As origens do Sapo da fortuna.

    O simbolismo do sapo da fortuna vem do folclore chinês. De acordo com uma lenda, a esposa de um dos oito imortais que era muito ganancioso e desejava riquezas, roubou o elixir da imortalidade e o bebeu. Como punição, ela foi transformada em um sapo com cauda de girino em vez de duas patas traseiras e banida para a lua. Em outra versão da história, seu marido enfurecido atirou nela com uma flecha, fazendo-a perder uma perna.

    Em uma lenda relacionada, um dos imortais atraiu o sapo para fora do esconderijo com moedas de ouro, sabendo que ele gostava de riquezas. Dizem que o sapo é tão ganancioso que o dinheiro ficou grudado nele enquanto viajava pelos céus, que ele pode trazer para você se você exibir um em sua casa ou escritório. Conseqüentemente, o sapo de três patas é freqüentemente retratado cercado por dinheiro ou com uma moeda na boca.

    Além disso, rãs e sapos são encontrados ao redor da água e, no feng shui, a água é um símbolo de riqueza. Juntas, essas lendas e associações transformaram o sapo é um ímã de riqueza e boa fortuna.

    Posicionando o Sapo da fortuna

    Tradicionalmente, o sapo da fortuna deve ser colocado no centro energético de dinheiro de uma casa . No feng shui clássico, este é o canto sudeste do seu espaço. a área superior esquerda do seu espaço, visto em uma planta baixa.

    Além de colocar um sapo na área do dinheiro, você pode optar por mais sapos em uma mesa de escritório, perto de onde você guarda os papéis financeiros, ou em sua entrada na diagonal da porta da frente . Nesse caso, é importante posicionar o sapo olhando para dentro da casa, em vez de olhar para fora da porta, para que ele traga riqueza para você.

    Acredita-se que um grupo de sapos da fortuna – principalmente grupos de três, seis ou nove – traz mais riqueza do que um único sapo. Mas não exceda nove e arrume-os de forma que fiquem em direções diferentes.

    Nas tatuagens os sapos são sempre colocados em partes do corpo em destaque ou somente para complementar algum lugar junto a outro desenho. O feng shui clássico ou tradicional pode te orientar para você adicionar o sapo da fortuna em um melhor lugar em seu corpo.

  • Toshio Shimada

    Idéias para sua tatuagem de Kitsune

    Qual é a melhor tatuagem da máscara Kitsune para você? Idéias para sua tatuagem de Kitsune

    Se você esta pensando em fazer uma tatuagem com a máscara de kitsune, uma imagem que você verá com mais frequência quando estiver procurando pelo google, será a máscara junto de uma mulher, as tatuagens de máscara Kitsune com uma mulher segurando ou até mesmo usando elas, estas tatuagens se tornaram muito popular nos últimos tempos, a história das raposas kitsune estão ligadas ao espírito feminino com, a lenda diz que elas podem se transformar em mulher.

    Em peças teatrais do teatro do teatro Noh, nas produções, existem diferentes tipos de máscaras Kitsune com diferentes significados. Uma Hahakitsue, ou raposa mãe, tem uma aparência mais escura com uma expressão mais feroz. O sorriso atrevido que associamos às máscaras Kitsune está mais intimamente associado a Kogitsune, a criança raposa ou a raposa d’água. Existem muitos estilos de máscara Kitsune da tradição do teatro japonês, escolha uma que você se intensifique usando as mascaras do teatro Noh.

    No Japão existem muitas Kitsune representado em estátuas de pedra que são como guardiões dos templos religiosos. Essas estátuas muitas vezes estão com um lenço vermelho em volta do pescoço – o que pode ser um bom elemento para usar como referência em sua tatuagem de máscara Kitsune. Vermelho é a cor para afastar os maus espíritos na religião Shinto – caso você queira afastar o mal ou ou afastar de você as energias negativas ésta é uma opção bem interessante.

    As estátuas de Kitsune também têm recursos adicionais, todos com um significado especial. Muitas estátuas de Kitsune com um pergaminho em suas presas, isso simboliza a sabedoria junto as mensagens do divino. Os filhotes de raposa representam a fertilidade, são como jóias para a prosperidade e orbes brilhantes e contêm a força vital do Kitsune, ou sua alma.

    Com a combinação certa de cores, expressão e imagens, sua tatuagem de máscara Kitsune pode ser uma forma de valorizar as tradições e as culturas milenares do Japão e além de se destacar como uma tatuagem e com muito estilo, sem mencionar que esses toques especiais darão à sua tatuagem Kitsune um significado mais pessoal.

    Há muito o que aprender sobre o Kitsune, as máscaras e seus significados na cultura japonesa e na cultura da tatuagem.

    Separamos algumas imagens com as máscaras de Kitsune que você pode se inspirar para sua próxima tatuagem! conferir aqui abaixo.

  • Toshio Shimada

    Tatuagens japonesas: histórias, lendas, folclore e muita cultura.

    Os desenhos japoneses são um dos mais populares na arte da tatuagem, muitas pessoas não sabem que as imagens usadas nas tatuagens japonesas têm significado e um certo propósito. Esta é uma das razões pelas quais a tradição japonesa na tatuagem persiste há tanto tempo e atrai muitas pessoas de outras culturas. Caso você esteja pensando em fazer uma tatuagem japonesa, recomendamos a leitura deste guia para se familiarizar com o significado das tatuagens tradicionais japonesas e seu significado. 

    HORIBUN Segundo Foto por volta dos anos 70 em Tokyo (初代彫文師)

    Tatuagens japonesas: história e cultura

    Tradicionalmente, as tatuagens japonesas começaram como um meio de transmitir status social, além de servirem como símbolos espirituais que eram frequentemente usados ​​como uma espécie de encanto para proteção e para simbolizar a devoção, não muito diferente das tatuagens religiosas modernas. Com o tempo, as tatuagens na cultura japonesa se desenvolveram como uma forma de punição semelhante ao que já aconteceu em Roma, onde era prática comum tatuar prisioneiros de guerra, criminosos e escravos como um meio de tornar instantaneamente reconhecíveis seu status na sociedade. Eventualmente, a prática desapareceu e as tatuagens voltaram como um símbolo de status entre a classe mercante que, curiosamente, foi proibida de exibir sua riqueza.

    Após a Segunda Guerra Mundial, as tatuagens foram proibidas pelo Imperador do Japão, em um esforço para melhorar a imagem do Japão no Ocidente. As tatuagens no Japão estão ligadas a grupos organizados ligados a atos criminosos, mas isso nunca impediu que os estrangeiros ficassem tão intrigados a tatuagem japonesa que se tornou tão popular fora do Japão e tem cada vez mais a procura por este estilo de tatuagem fora e dentro do Japão. A associação moderna entre as tatuagens tradicionais japonesas e o elemento criminoso levou à adoção de tatuagens pela Yakuza, a máfia japonesa. Isso também serviu para promover a estética “legal” das tatuagens tradicionais japonesas.

    Hoje, muitas pessoas orgulhosamente usam tatuagens no estilo japonês por seus belos méritos artísticos, composição fluida e o profundo significado associado aos muitos aspectos dos desenhos japoneses de tatuagem.

    O significado das tatuagens japonesas tradicionais

    Existem várias imagens e símbolos usados ​​no estilo japonês de tatuagem para transmitir significados específicos. Essas imagens são usadas para transmitir as crenças, aspirações ou traços de caráter de uma pessoa. Chamados de “motivos”, esses elementos de design têm o mesmo significado onde quer que sejam usados, para que o significado não seja exclusivo do indivíduo. Isso significa que qualquer pessoa que veja a tatuagem pode reconhecer instantaneamente o significado e o que o usuário deseja transmitir, sejam traços de personalidade, atributos de caráter ou associação a uma organização criminosa.

    Tatuagens de dragão japonês:

    Significado da tatuagem: sabedoria, força, força para o bem, vento/água

    Os dragões no Ocidente tradicionalmente simbolizam força, inteligência e riqueza. Eles possuem uma força destrutiva, mas também são considerados como guardiões da natureza. Os japoneses e o leste asiático em geral vêem os dragões de maneira diferente. Na arte tradicional japonesa, os dragões são forças generosas e benevolentes que usam sua força para fazer o bem à humanidade. A sabedoria é outra característica atribuída aos dragões. Essas conotações positivas fizeram tatuagens de dragões entre as mais populares tatuagens do estilo japonês.

    Arte feita pelo artista Utagawa Kuniyoshi Ryu (Ukiyoe)

    Tatuagens de Koi:

    Significado da tatuagem: determinação, força, coragem, desejo de sucesso, água

    As tatuagens japonesas de peixes koi são uma das mais populares na arte tradicional da tatuagem japonesa. Koi é uma carpa nativa da China. Os koi recebem qualidades masculinas no folclore tradicional do Oriente, como força e bravura. Uma lenda antiga que fala sobre um cardume de carpas nadando correnteza acima no Rio amarelo na China. Com isso estes peixes ganharam força lutando contra a correnteza. Quando chegaram a uma cachoeira no final do rio, muitos dos peixes voltaram, deixando o fluxo do rio levá-los embora.
    Mas um grupo de carpas restaram e não desistiram e continuaram saltando das profundezas do rio, tentando chegar ao topo da cachoeira. Seus esforços chamaram a atenção de demônios locais, que zombaram de seus esforços. Quando, finalmente um koi chegou ao topo da cachoeira.
    Os deuses reconheceram o koi por sua perseverança e determinação e o transformaram em um dragão. Por esse motivo, Koi também simboliza determinação e um forte desejo de ter sucesso e se tornar “algo mais”, como a superação de obstáculos e chegar ao objetivo final.

    Tatuagens de Fênix:

    Significado da tatuagem: renascimento, triunfo, fogo

    A tatuagem de Fênix, como muitas outras tatuagens japonesas, tem um fundo compartilhado com outras culturas. Muitos de nós estamos familiarizados com a história da Fênix; um pássaro que é consumido pelo fogo e depois se ergue de suas próprias cinzas. Muitos não sabem que a história existe em muitas culturas e muitas vezes ao longo da história, incluindo a mitologia grega e romana, o folclore do Oriente Médio e até as Américas. A versão da fênix japonesa se baseia na história que é indígena da China continental. Independentemente da origem, as tatuagens de fênix são destinadas a simbolizar o renascimento e o triunfo, assim como a renovação e a reconstrução de si mesmo.

    Tatuagens de tigre:

    Significado da tatuagem: força, coragem, protetor contra a má sorte, espíritos malignos e doenças, vento

    A tatuagem japonesa de tigre traz consigo as mesmas características que atribuímos ao animal real – força e coragem, mas também o significando de vida longa. A tatuagem de tigre também é usada para afastar maus espíritos e má sorte, além de doenças. Dizem que o tigre é um símbolo tanto para o norte quanto para o sul; eles controlam o vento e são um dos quatro animais sagrados.

    Tatuagens de Leão ou Fu-Dog:

    Significado da tatuagem: protetor, forte, corajoso, boa sorte, heroísmo

    Esta tatuagem se assemelha a um leão e um cachorro. Mais especificamente, parece um leão com orelhas pontudas. Dizem que são protetores, fortes e corajosos. Como estátuas, servem para manter o mal de fora, como tatuagens, servem como protetores e geralmente indicam uma pessoa corajosa com aspirações heróicas.

    Tatuagem de cobra japonesa:

    Significado da tatuagem: proteção, sabedoria, boa sorte, força e mudança

    Nas tatuagens tradicionais japonesas, a cobra possui uma ampla gama de significados e desempenha uma série de funções importantes. Entre seus muitos atributos estão a proteção contra doenças, desastres e má sorte. As tatuagens de serpentes também representam sabedoria e proteção, principalmente dos resultados de más decisões. A cobra também pode incorporar regeneração, cura e medicina, como foi reverenciada na cultura japonesa em associação com ritos e remédios medicinais. Como símbolo de boa sorte, também foi para trazer boa saúde.

    A tatuagem de cobra japonesa também representa o Divino Feminino , ou os atributos femininos sagrados. Pensava-se antigamente que, da mesma maneira que uma cobra perde sua pele, uma mulher pode assumir os atributos positivos de um homem. Pode parecer um pouco sexista, mas estamos falando sobre o Japão antigo, afinal.

    Tatuagens de caveira japonesa:

    Significado da tatuagem: vida, morte, mudança, reverência por mortos/antepassados

    Embora a imagem do crânio humano em grande parte da cultura e da arte em geral tenha tido uma conotação negativa (como morte, perigo e um destino ruim), o crânio usado nas tatuagens japonesas tem uma representação positiva de ciclo de vida e morte.

    Tradicionalmente, a tatuagem de caveira japonesa representa mudança, o que faz sentido, já que a morte é a maior mudança que o homem pode experimentar.

    Tatuagens de flores japonesas:

    As tatuagens japonesas de flores têm uma grande variedade de significados e são um desenho muito importante e muito valorizado na arte tradicional japonesa. 

    Tatuagem Oni / Oni Mask / Demon Mask:

    Significado da tatuagem: bem e mal, protetores, trapaceiros, demônios

    A Oni Mask nas tatuagens japonesas é extremamente comum e se refere à crença em um mundo espiritual no qual os demônios desempenham seus papéis de punir o injusto e o mal, além de espalhar doenças.

    Enquanto Oni são conhecidos por serem maus, alguns Oni são bons e são vistos como protetores. Um exemplo disso incluiria um monge que se tornaria um Oni após a morte para proteger seu templo. Em inglês, a palavra Oni é melhor traduzida como ogro ou troll (a palavra japonesa para “demônio” é na verdade “yokai”). Oni, no folclore tradicional japonês, são conhecidos por aterrorizar aldeias e atormentar os moradores. Sua associação com demônios na arte japonesa de tatuagem tem mais a ver com Oni agrupados no reino de criaturas sobrenaturais (junto com yokai) do que qualquer outro aspecto. Ainda assim, o simbolismo se mantém, já que as imagens do Oni saqueador não estão longe da idéia do espírito maligno que a tatuagem pretende transmitir.

    Tatuagens de água / onda:

    Significado da tatuagem: movimento, força, fluidez, vida

    Muitas tatuagens japonesas apresentam água. Especificamente, as ondas são um elemento da arte japonesa que está entre as mais reconhecidas (feito artistas japoneses tradicionais, como Hokusai). A imagem da água nas tatuagens tradicionais japonesas geralmente é combinada com Koi, Dragões ou Oni. Além de simbolizar força e vida, as tatuagens na água transmitem a crença de que a vida, como a água, reflui e flui. É forte e rápido quando necessário, mas também pode ser gentil e calmo.

  • Toshio Shimada

    O Japão legalizou o trabalho dos tatuadores?

    Não é possível que, nos dias atuais, aquela tatuagem de bichinho no seu calcanhar seja mal vista em algum lugar, como um sinal de que você tem algum tipo de ligação com gangues ou com o crime organizado, certo? Errado. No Japão ainda existe um grande estigma social em relação à arte da tatuagem.

    Os japoneses possuem muitas etiquetas sociais e são conhecidos pela hospitalidade e educação. Porém, quando o assunto é tatuagem no Japão as coisas podem ser diferentes. A arte de tatuar no país ainda é proibida, pois sempre foi ligada a máfia japonesa e por isso é criminalizada e proibida em onsens, piscinas e alguns locais públicos.

    Qualquer marca de tinta aparente no corpo é considerado um grande constrangimento no Japão, seja turista ou japonês. Portanto, quem tem uma tatuagem que seja aparente nos braços, por exemplo, deve sempre cobri-las com roupas longas para demonstrar respeito aos outros que ainda são preconceituosos à prática. E, por lei, lojas e comércios podem se recusar a atender pessoas tatuadas por causa das convenções sociais.

    Algumas casas de banho colocaram horários especiais em que a arte era permitida, outros distribuíram curativos para cobrir as do tipo pequenas, entre outras medidas.

    A polêmica toda gira em torno do estigma que tatuagens têm para o povo japonês. É uma história tão complexa quanto antiga. O preconceito da sociedade remonta ao período Edo quando criminosos eram marcados com tinta na pele, onde havia uma marca para cada delito específico.

    Quando a Yakuza (famosa máfia japonesa) surgiu no país durante o período Edo, os membros da organização utilizavam a arte para se identificarem e destacarem em meio a sociedade e outras organizações criminosas. Em vez de proibir explicitamente a Yakuza, seria mais fácil rejeitar qualquer pessoa com tatuagens.

    O Japão é um dos países que mais atraem turistas no mundo atualmente e a presença de estrangeiros no país ajuda a melhorar a visão da sociedade japonesa em relação as tatuagens. No entanto, a mudança é lenta e a legalização é algo que não deve acontecer tão rápido por lá, devido à pressão social negativa e as diversas leis que existem.

    Recentemente, uma dessas leis foi abolida, onde agora é permitido tatuar sem ter necessariamente uma licença médica. Entretanto, ainda é preciso abolir as leis que proíbem pessoas tatuadas de trabalhar e serem atendidas dignamente em estabelecimentos. E também, é claro, naturalizar a arte na sociedade, pois a discriminação da tatuagem é antiga e algo quase que cultural no Japão. De certa forma, as pessoas que têm ou que gostam de tatuagem, devem ter também um certo respeito com esse costume do pais.

    No Japão existem muitos banhos públicos, um costume já muito antigo. Caso uma pessoa tatuada entrasse em um banheiro público, as pessoas ao seu redor sentiam medo devido a ligação das tatuagem com grupos criminosos. Por isso os locais públicos tem muitas restrições à entrada de quem tem tatuagem.

    A rejeição vem principalmente dos locais públicos que colocam “KEEP OUT TATTOO”, como:
    ・ Onsen (fonte termal)
    ・ Sento (banho público)
    ・ Praia
    ・ Piscina
    ・ Ginásio esportivo
    ・ Tokyo Disney Resort

    Até mesmo alguns hotéis em sua hospedagem pode ser negada pelo fator de ter uma tatuagem, o mesmo vale para restaurantes e algumas lojas.

    Mesmo nos dias de hoje os locais públicos decidiram não aceitar quem tem tatuagem, mesmo que seja pequena ou escondida. Porque é difícil para eles distinguir se a pessoa que tem tatuagem faz parte da Yakuza ou não.

    Mas por que existe essa grande rejeição pela tatuagem na sociedade japonesa?

    No passado, os criminosos eram tatuados como com caracteres na testa no período Edo (1603 ~ 1868). Irezumi (tipo de tatuagem no Japão) era uma das penalidades. 

    Em 1872, essa pena foi abolida, mas a tatuagem passou a ser ilegal até 1948. Por causa de sua formação histórica, as pessoas no Japão têm uma imagem negativa sobre estes e outros motivos sobre a tatuagem.

    Depois de 1872, embora a tatuagem fosse proibida, Yakuza (membros de sindicatos do crime organizado transnacional) ou Boryokudan (grupos violentos) se tatuavam para demonstrar lealdade ao seu grupo e demostrarem seus atos de bravuras. Em decorrência disso, a tatuagem se estabeleceu como um símbolo de Yakuza ou Boryokudan. Durante muito tempo, o Japão era uma ditadura militar governada por uma elite samurai corrupta que havia barricado o país do mundo exterior e imposto uma hierarquia social estrita à população.

  • Toshio Shimada

    Kurikara Ken, a espada (倶利迦羅) símbolo do deus Fudō Myō-ō (不 動 明王).

    Kurikara Ken, a espada, 倶利迦羅, é o símbolo do deus Fudō Myō-ō e ela é a espada da sabedoria que derrota os três venenos que causam o sofrimento. Os três venenos (sânscrito: triviṣa) no budismo, refere-se aos três kleshas; raiz de ignorância, apego e aversão.  Venenos os quais são considerados a causa do sofrimento.

    A divindade Fudō Myō-ō é retratado segurando uma espada de dois gumes com um punho de três pontas na mão direita e uma corda enrolada na mão esquerda. Com esta espada da sabedoria, Fudō Myō-ō corta mentes iludidas e ignorantes e, com a corda ele amarra aqueles que são governados por suas paixões e emoções violentas.

    Kurikara Ken (倶利伽羅剣), na mitologia japonesa, pode ser representada também com um dragão enrolado a seu redor. A mitologia está associada com a transformação de Fudō Myō-ō em uma espada de fogo durante uma luta lendária. Diz a lenda que ele teve que lutar contra o deus símbolo de uma religião diferente, e ao se transformar em uma espada flamejante, seu oponente fez o mesmo e a batalha continuou sem vencedor. Desta forma, Fudō Myō-ō se transformou no Dragão Kurikara, envolvendo-se ao redor da espada adversária e a devorando desde sua ponta. Este episódio deu origem à representação iconográfica como a conhecemos agora.

    O dragão que costumava ser um símbolo da divindade passou a ser homenageado após a luta de Fudō Myō-ō, especialmente durante o período Edo, quando a espada era um símbolo da lealdade. Assim, passou-se a produzir estátuas e espadas de Kurikara Fudō (nome pelo qual ficou conhecido) em maior número.

    A espada Fudō zela por um bebedouro em uma passagem de montanha perto de Hachioji, Tóquio. Mas nessa região havia a presença de muitas cobras venenosas e algumas pessoas morreram com suas picadas. 

    Dica de Viagem: Templo Kurikara Fudoji 倶 利伽羅 不 動 山 (桜)

    Templo rural no topo da montanha cercado por cerejeiras

    Kurikara Fudoji é um templo budista inaugurado em 812. O templo era historicamente uma parada importante para peregrinos religiosos.

    Seus terrenos são inundados com as flores rosas de mais de 6.000 cerejeiras a cada primavera. A temporada de pico usual do templo, do final de abril ao início de maio, é um pouco mais tarde do que outros pontos de floração de cerejeira em Ishikawa.

    Os terrenos do templo ficam no topo de uma montanha na cidade rural de Tsubata, por isso é recomendável que os visitantes venham de carro ou táxi.

    Informação básica

    Templo Kurikara Fudoji

    • Endereço: Ri-2 Kurikara, Tsubatamachi, distrito de Kahoku
    • Horas: 9:00 às 16:00
  • Toshio Shimada

    Top 10 das melhores ideias para sua tatuagem de escrita japonesa.

    Kanji – são caracteres chineses usados ​​no sistema de escrita japonesa, ultimamente esta tendência em tatuar escritas no estilo japonês tem aumentado muito pelos amantes da arte da tatuagem japonesa. Portanto, se você é um tatuador, certifique-se de escolher a mensagem e o caractere correto junto ao seu cliente. Ter a certeza sobre o significado adequado certamente acrescenta um toque de autenticidade a esta bela tradicional forma de arte.

    Os símbolos kanji são uma obra-prima feita de vários traços e o que mais chama atenção são os efeitos de pincel. Esses símbolos japoneses fornecem mais de 10 significados e 3 tipos dependendo do Kanji; entre eles o sosho (letra cursiva completa), o gyosho (semicursivo) e o kaisho (escrita em negrito e angular). Portanto, se você está interessado em se definir em apenas um símbolo ou o seu significado, deve-se escolher o melhor kanji para sua tatuagem. É bom ressaltar que nem sempre a mais bonita caligrafia tem o mais bonito significado! Então pense bem antes de escolher seu kanji, e crie sua ideia junto do seu tatuador para fazer a melhor tatuagem de kanji.

    Kanji em tatuagens com seus melhores significado:

    Neste artigo, fornecemos uma lista dos melhores designs de tatuagem kanji com imagens e significados para sua próxima tatuagem.

    Seishin (Espírito)
    Shinto (Xintó)
    Ongaku (Musica)
    Jiyuu (Liberdade)
    Unmei (Destino)
    Kyoudai (Irmão)
    Tenshin (Anjo)
    Kazoku (Família)
    Heiwa (paz)
    Shin`nyū (Melhores Amigos)
  • Toshio Shimada

    Tatuagens de escrita japonesa: O que é Kanji?

    Qual o significado da tatuagem em kanji?, essa e uma das escolha preferidas dos amantes da cultura japonesa. Tatuagens com caracteres japoneses, sempre foram usados na tatuagem. Ouve um tempo no Japão que para punir criminosos o governo tatuavam caracteres para marcar que estas pessoas tinha cometido algum crime.

    Em tempos atuais muitas pessoas mesmo fora do Japão tem se tatuado com escritas japonesas (kanji), os kanji são caracteres chineses usados ​​no sistema de escrita japonês. Eles são combinados com os outros dois tipos de scripts conhecidos como Katakana e Hiragana. Os japoneses adotaram esses símbolos de escrita chinesa porque são a forma mais simplificada de ambas as culturas, tanto de escrita chinesa ou a japonesa se entender.

    As escrita japonesa tem se tornado extremamente populares no mundo da tatuagem, e isso faz que muitos tatuadores acabem se arriscando a tatuar estes caracteres se baseando em pesquisas feita pelo google. Vale a a pena lembrar que muitas expressões da língua japonesa não existem ou até mesmo não faz muito sentido em outras línguas e culturas.

    Shodo – Caligrafia Japonesa (Shodo 書 道)

    Fazer aquela tatuagem escrita em japonês com efeito pincelado, pode ser uma boa ideia, mas pode ter uma grande probalidade de mesmo um japonês nativo não conseguir entender sua tatuagem, ja que estas caligrafias em estilo pincelado acabam sendo distorcidas e somente um especialista em caligrafia japonesa vai entender o que esta tatuado. Sobre a escrita em efeito pincel o significado é “a arte da caligrafia tradicional japonesa”. É escrito com 2 caracteres Kanji . SHO 書: escrever, escrever. DO 道: o caminho, o caminho ou o TAO

    Quando se trata do significado desses caracteres, o próprio símbolo contém a palavra e significado em um só kanji, e muitas vezes a ideia de juntar outros caracteres para descrever algo em sua tatuagem, pode ter significados sem sentido ou até mesmo sem significado a sua tatuagem.

    Para não se arrepender. O importante é escolher bem o significado de sua escrita japonesa!

    Na maioria das vezes, as palavras escolhidas representa um valor, um sentimento como o amor, paciência, sabedoria, paz. Existem muitas dessas tatuagens que podemos vê-las apenas como uma tatuagem de símbolo na cor preta e as vezes cercadas por flores de sakura, pássaros, decorações tradicionais japonesas e muito mais. Aqui separamos uma serie de tatuagens com escritas em japonês, as mais populares são, família, amor, Jiu jitsu, samurai e por ai vai a imaginação de quem quer ter uma tatuagem com escrita japonesa!

    Luz
    Mulher ruim
    Crença Familiar
    Objetivo
    Amor
    Samurai
    Jiu Jitsu

    Por mais populares que sejam, existem uma grande quantidade de pessoas que tiveram seus arrependimento por fazer algo que tem um significado até bonito para si próprio, mas para um japonês ou até mesmo um chinês não faz nenhum sentido ter algo escrito na pele, já que a maioria das pessoas não consegue tatuar o da forma certa. Os caracteres Kanji geralmente podem ter vários significados, dependendo do uso e do contexto, e geralmente são tão complexos que até um falante nativo não entenderia corretamente.

    Ao fazer uma tatuagem de escrita seja em qualquer língua, você sempre corre o risco de um erro de ortografia. Mas com Kanji, você pode correr o risco muito pior! Portanto, se você planeja fazer uma tatuagem japonesa com Kanji (ou qualquer tatuagem japonesa com letras!), Certifique-se de executá-la por uma pessoa que seja proficiente no idioma antes de aplicá-la permanentemente em seu corpo.

    Dica de viagem. se você viajar para Tokyo pode aproveitar para fazer aulas de caligrafia japonesa e aprender mis sobre a cultura.

    Kaneko Youshun (金子瑶 春) não é apenas uma senhora japonesa aleatória que precisava de ganahar dinheiro extra para complenatar sua renda, então ela decidiu começar um pequeno negócio cultural e turístico, ela é uma mestre em caligrafia japonesa, e quer passar seus conhecimentos para o publico de turista e estrangeiros que quer aprender e conhecer mais sobre a arte da escrita japonesa.

    A senhora Kaneko estudou a arte da caligrafia japonesa desde a sua adolescência. Ela não apenas estudou e aprendeu sua arte, mas também competiu em vários concursos e sua caligrafia e sempre ganhado em primeiro lugar na categoria de melhor caligrafia. sua dedicação a arte não ficou somente em saber mas se dedicar a ensinar seus conhecimentos.

    Desde então, seu amor pela caligrafia japonesa a inspirou a se envolver com outras tradições japonesas, e começou a estudar Sado (cerimônia do chá japonesa) e Kokedama também.

    E agora, porque ela quer compartilhar seu amor pelas artes tradicionais japonesas, ela realizou seu sonho de começar sua própria escola de caligrafia e cultura japonesa em Tóquio.

    ela esta localizada em Arakawa-ku, uma área suburbana tranquila habitada principalmente por famílias com crianças pequenas. A escola de caligrafia fica bem perto do final de um shoutengai japonês chamado “Ogu-Ginza”. A shoutengai é uma rua de mercado tradicional japonesa com muitas pequenas lojas de todo tipo. (Ginza é frequentemente usado em parte do nome e não está relacionado à famosa área comercial.)

    Depois de desfrutar de uma aula de caligrafia, você pode parar em algumas das lojas familiares. Também podemos recomendar pequenos restaurantes japoneses que raramente recebem turistas e que servem pratos fiéis aos tradicionais. Você pode encontrar qualquer coisa, desde Yakitori, Tonkatsu, Teishoku e muitos outros produtos típicos japoneses.

    5 Chome-8-5 Higashiogu, Arakawa City, Tokyo 116-0012, Japan

    Link para o site. https://tokyocalligraphyclass.com/

  • Toshio Shimada

    Hannya Shingyō (Sutra do Coração) Uma das tatuagens inspirada nos grandes ensinamentos budista.

    Neste post vamos falar sobre o Sutra do Coração e suas várias versões. Muitas pessoas que gostam de tatuagens oriental já devem ter visto um grande texto tatuado nas costas de alguns japoneses, estas escritas em linha vertical são os Sutras.

    Hannya shingyō, mais conhecido como o “Sutra do coração”, pertence ao cânone da Perfeição da Sabedoria, consistindo em cerca de cem mil versos, e é um texto conciso – 14 versos em sânscrito, 260 caracteres na versão chinesa mais comum – que contém a essência do ensino do Budismo Mahayana.

    Criado na Índia por volta do século IV depois de Cristo, é um texto fundamental, estudado e recitado no contexto Zen e Tibetano e um pouco em todo o Leste Asiático. Também é considerado extremamente significativo pela escola japonesa Shingon, cujo fundador, Kūkai, escreveu um comentário sobre ele.

    Hannya shingyō é recitado diariamente no final das sessões de zazen e pode ser considerado um dos principais textos a que todas as escolas Zen se referem.
    Recitar Hannya shingyō é um sinal de devoção e gera “mérito”.

    Hannya shingyō, que esta no templo Daigoji em Kyoto

    O Sutra afirma a famosa frase: “A forma é vazia, o vazio é forma.” (śūnyatā). É uma expressão condensada do ensinamento budista Mahayana da doutrina das Duas Verdades , que afirma que, todos os fenômenos são sunyata, vazios de uma essência imutável. Esse vazio é uma característica de todos os fenômenos, e não uma realidade transcendente, mas também vazio de uma essência própria. Especificamente, é uma resposta aos ensinamentos Sarvastivada de que fenômenos ou seus constituintes são reais. 

    O texto mais freqüente usado e recitado em toda a tradição budista Mahayana.  Esse texto foi traduzido para o inglês dezenas de vezes do chinês, sânscrito e tibetano, bem como de outras línguas de origem.

    Resumo do sutra

    No sutra, Avalokiteśvara se dirige a Śariputra, explicando o vazio fundamental ( śūnyatā ) de todos os fenômenos, conhecido como os cinco agregados da existência humana ( skandhas ): forma ( rūpa ), sentimento ( vedanā ), vontade ( saṅkhāra ), percepções ( saṃjñā ) e consciência ( vijñāna ). Avalokiteśvara declara que Forma é Vazio e Vazio é Forma (śūnyatā) declarando que os outros skandhas são igualmente vazios, ou seja, são originados de forma dependente .

    Avalokiteśvara passa então por alguns dos ensinamentos budistas mais fundamentais, como as Quatro Nobres Verdades , e explica que no vazio nenhuma dessas noções se aplica. Isso é interpretado de acordo com a doutrina das duas verdades, dizendo que os ensinamentos, embora descrições precisas da verdade convencional, são meras declarações sobre a realidade mas não são a própria realidade, portanto, não são aplicáveis ​​à verdade última que está, além da mental compreensão. Assim, o bodhisattva, como o arquetípico budista Mahayana, confia na perfeição da sabedoria, definida no Mahāprajñāpāramitā Sūtra como a sabedoria que percebe a realidade diretamente sem apego conceitual, alcançando assim o nirvana.

    O sutra conclui com o portal do mantra pāragate pārasaṃgate bodhi svāhā, que significa “se foi, se foi, todos foram para a outra margem, despertando, svaha.”

    Popularidade da sutra.

    O Sutra do Coração é a única escritura mais comumente recitada, copiada e estudada no Budismo do Leste Asiático. É recitado por adeptos das escolas Mahayana de Budismo, independentemente da filiação partidária. 

    Existe uma versão longa do Sutra do Coração que é amplamente estudada pelas várias escolas budistas tibetanas, onde o Sutra do Coração é entoado, mas também é tratada como um texto tântrico, tendo uma cerimônia tântrica associada a ele. Também é visto como um dos sutras filhos do gênero Prajnaparamita na tradição Vajrayana, transmitido do Tibete. 

    O texto foi traduzido para vários idiomas com dezenas de traduções e comentários em inglês que já foram publicados e com um número desconhecido de versões informais na Internet.

    A tatuagem do artista pop Miyavi

    Takamasa Ishihara, um grande artista da música pop japonesa e influenciador, mais conhecido por seu nome artístico Miyavi (estilizado como MIYAVI ), tem uma das tatuagens de Sutra em toda em suas costas. As tatuagens de Miyavi estão escritas em Kanji que são caracteres usados nas línguas japonesa e chinesa. A tatuagem de sutra do artista é conhecida como Hanwa Shinkyo.

    Na tatuagem de Miyaki existe ainda dois caracteres maiores que significam Li e foram feitos para cobrir o Hannya Shinkyo nas costas. O pai de Miyavi é um japonês que tem origem Coreana, e então decidiu tatuar o caractere Li, que é o sobrenome do nome coreano, que é a sua raiz. Miyavi que nem sabia que era metade sangue coreano até a idade adulta, diz que tatuou o Kanji Li simbolizando a gratidão e respeito por suas raízes e história. Suas tatuagens são inspirações para os fãs de sua arte e admiradores da tatuagem em Kanji.

    O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miyavitattoo_kanji.jpg

    O sutra Praja Shinko

    Prajna Shinkyo é uma escritura que descreve os ensinamentos do Budismo, composto por 266 caracteres onde diz-se que é a essência do budismo.

    Há muito tempo, a escritura trazida da Índia por Sanzo Hoshi, que também é famoso em Nishiyuki, é chamada de “Hanwashara Mitsutakyo”, que foi traduzida para o chinês

    O Prajna Shinkyo é uma escritura que prega as idéias de céu e Prajna. Céu se refere à idéia de que tudo não tem substância e Prajna se refere à iluminação. Quando é extremamente fácil dizer o conteúdo do Sutra do Coração “não tenho um compromisso com tudo isso, que com isso longe do desejo, posso levar à iluminação de fronteiras.” 

    Dica de Viagem. Templo Daigoji Kyoto Japão.

    Daigoji (醍醐 寺) é um importante templo da seita Shingon do budismo japonês e um local designado como patrimônio mundial . O grande complexo de templos fica a sudeste do centro de Kyoto e inclui uma montanha inteira. O terreno do templo principal está localizado na base da montanha e está conectado por meio de uma trilha a vários outros edifícios do templo ao redor do cume.

    Ao entrar no terreno do templo principal, os visitantes encontrarão pela primeira vez o Sanboin , a elegante antiga residência do sacerdote principal, que foi originalmente construída no ano 1115. O edifício atual, junto com seu excelente jardim paisagístico, data de 1598, quando foi reconstruído e ampliado para a famosa festa de observação das flores de cerejeira de Toyotomi Hideyoshi realizada aqui. O edifício continua sendo um excelente exemplo da arquitetura de Momoyama.

    O Templo Daigoji está localizado a 15 minutos a pé ou a uma curta viagem de ônibus pelo ônibus comunitário número 4 (210 ienes, a cada 30 minutos) da Estação Daigo ao longo da Linha de Metrô Tozai. Da estação de Kyoto , pegue o trem JR para a estação Yamashina (5 minutos, 190 ienes) e faça a transferência para a linha de metrô Tozai (8 minutos, 260 ienes). Como alternativa, pegue o ônibus Keihan número 22 ou 22A da estação Yamashina para Daigoji (20 minutos, 220 ienes, partidas a cada 20 minutos).

    O ônibus Keihan número 301 conecta a estação de Kyoto (lado de Hachijo, ponto de ônibus H4 em frente ao Hotel Keihan Kyoto Grande) com Daigoji uma ou duas vezes por hora. A viagem só de ida leva 30 minutos e custa 280 ienes.

    Horas

    9:00 às 17:00 (até às 16:30 do início de dezembro a fevereiro) A
    admissão termina 30 minutos antes do fechamento

    Admissão

    1500 ienes (de 20 de março a 15 de maio e de 15 de outubro a 10 de dezembro)
    800 ienes (durante o resto do ano)

  • Toshio Shimada

    Os significados da KITSUNE TATTOO MASK (狐面)

    Tudo o que você precisa saber sobre a tatuagem Kitsune Mask.

    Certamente você já deve ter visto o desenho de uma raposa branca com detalhes e listras vermelhas, esta raposa é chamada de kitsune, elas se tornaram muito populares no mundo geek entre videogames e anime japoneses. Nas tatuagens se tornaram os desenhos do folclore japonês mais usado pelas mulheres, mas claro que o público masculino também tem se tatuado com estas lendárias máscaras de raposas japonesas. As histórias retratam as lendárias raposas como seres inteligentes e possuidores de muitas habilidades paranormais. A sabedoria das raposas aumentam com o passar dos anos e por isso a idade é um dos pontos mais importantes, quanto mais velha a raposa, ela se torna mais forte e com mais sabedoria. De acordo com o folclore japonês os Yōkais de Kitsune todas têm a habilidade de mudar para a forma humana e sempre como uma bela mulher ou até mesmo uma velhas senhora. Alguns contos populares falam que a kitsune tem habilidade para enganar os humanos de diversas formas. Em outras histórias também retratam elas como grandes guardiãs fiéis e amigas dos humanos, elas podem se tornar amantes ou até mesmo boas esposas.

    Algumas máscaras decorativas podem ser encontradas em diversas cores alem da tradicional com branca, um exemplo como esta que essa na cor preta com os olhos dourados, mas os detalhes vermelhos sempre são encontrados mesmo tendo variações de cores entre o preta ou branca.

    Quando se trata de religião, o xintoísmo (Shin-to) é uma das religiões mais antigas e praticada no Japão, as raposas são interpretadas de várias maneiras. Na religião Shinto, os Kitsune são considerados criaturas místicas, possivelmente imortais, e mensageiros dos deuses. Como resultado, as imagens xintoístas chegaram à cultura da tatuagem no Japão já há algum tempo. As raposas são peças-chave no xintoísmo e na mitologia e podem significar muitas coisas, dependendo do contexto. Não apenas nas tatuagens mas em geral no mundo pop e nos dias de hoje atraindo um grande público jovem que se inspiram na cultura japonesa. As inspiração são constante entre os tatuadores e clientes da tatuagem. Um dos designs mais populares é da máscara Kitsune. Muitas das figuras da tradição xintoísta podem ter uma aparência mais ousada e ameaçadora, Kistune é uma imagem versátil com linhas e cores femininas e mais suaves. Os desenhos de tatuagem de máscara Kitsune tem uma grande popularidade entre as mulheres por ser uma lenda que envolve um certo romantismo além dos traços delicados da raposa. Existem diferentes deuses que controlam diferentes aspectos da vida diária. Dizem que os Kitsune são mensageiros de Inari- os deuses que ditam e representam a fertilidade, grandes colheitas de arroz, a prosperidade e a toda agricultura. Acredita-se que mudanças repentinas no clima também sejam obra de uma raposa trapaceira.

    Em todo o mundo, as raposas têm reputação por muitas coisas diferentes; mas no Japão, eles têm um importante status místico, oscilando entre um símbolo de astúcia e um possuidor poderoso de grande inteligência e até boa sorte. Na cultura mística, as kitsune tinham a capacidade de mudar de forma rapidamente, elas podiam se passar por humanos e se misturar entre as pessoas. Em parte devido ao relacionamento próximo entre raposas e humanos, eles são frequentemente retratados como amigos fiéis, amantes ou companheiros leais. Não demorou muito para que percebessem as qualidades especiais desses animais e começassem a escrever histórias sobre seus curiosos companheiros. 

    Uma boneca japonesa com mascara de Kitsune

    Muitos contos de fadas retratam as raposas como um ser que é capaz de passar truques inteligentes e enganar as pessoas, e até mesmo nos desenhos animados modernos apresentam personagens de raposas como seres trapaceiros. No folclore japonês de certa forma não e muito diferente, por exemplo, As Kitsune são brincalhonas e entretanto, elas podem se passar por monges para pedir dinheiro a pessoas inocentes desavisadas. mas dependendo do contesto as raposas no Japão podem ser até bastante companheiras.  A fixação por raposas é mais profunda do que desenhos animados e contos de fadas, no Japão antigo as pessoas viviam e trabalhavam ao lado de raposas mantendo um convívio alegre e animado. Os kitsune são considerados trapaceiros e podem ter vários graus de travessura. O “bom” Kitsune se limitará a pegadinhas inofensivas, mas os “ruins” Kitsune são mais problemáticos.

    Garotas japonesas em um tradicional cemitério no Japão usando mascaras de Kitsune em um ensaio fotográfico.

    Temas comuns em tatuagens de máscara Kitsune

    As tatuagens de Kitsune são tipicamente brancas com detalhes em vermelho ou rosa, já que esse é o look mais tradicional destas máscaras.

    Às vezes, a máscara é apresentada sozinha ou cercada por imagens como flores de sakuras ao redor. Algumas combinação com uma máscara Kitsune são de flores de peônias. As peônias são imagens populares no mundo da tatuagem e, semelhantes ao Kitsune, simbolizam riqueza, boa sorte e prosperidade.

    São comuns tatuagem de máscara Kitsune junto de um belo rosto de mulher escondida por atrás destas mascaras. Isso pode simbolizar uma conexão com a imagem de mulheres em festivais japoneses quando elas usam mascaras em suas performance de danças, ou ate mesmo com a personalidade brincalhona do Kitsune.

    Mascara da Kitsune com flores de Sakuras, trabalho feito por Tiago Angelini

    Dica de viagem, templo Fushimi Inari-taisha em Kyoto.

    O santuário principal dedicado a divindade Inari, Inari é uma divindade popular associada as raposas, a colheita do arroz, e o bem-estar doméstico, e a prosperidade comercial em geral. Os santuários Inari são tipicamente construídos com paredes de madeira laqueada na cor vermelho, e suas entradas são marcadas pelos portões vermelhos chamados de torii. Os santuários pode ser encontrados em todo o Japão .

    Imagens de raposas, que geralmente são adornadas com yodarekake ( Um espécie de babadores ) vermelhos, A cor vermelha passou a ser identificada com o deus Inari devido à prevalência de seu uso entre os santuários do Inari e seus portais vermelhos (tori). O santuário fica na base de uma montanha também chamada de Inari, que está 233 metros (764 pés) acima do nível do mar e inclui trilhas montanha acima para muitos santuários menores que se estendem por 4 quilômetros (2,5 milhas) e levam aproximadamente 2 horas para subir

    Fushimi Inari-taisha é o santuário principal do deus Inari, localizado em Fushimi-ku, Kyoto, Província de Kyoto, Japão. : 68 Fukakusa Yabunouchicho, Fushimi Ward, Kyoto, 612-0882,

    Horário :Aberto 24 horas Telefone : +81 75-641-7331

  • Toshio Shimada

    Tigre Asiático

    Os tigres são considerado seres supremos de todos os animais terrestres pelos chineses, representando força, coragem e longa vida. Dizem que os tigres também são capazes de afastar a má sorte, as doenças e os demônios. Em muitas gravuras antigas você verá um tigre lutando contra demônios (Oni) ao lado de “Shoki”, o sufocando o demônio . Os tigres também são um dos 4 animais sagrados. O tigre é o deus do Oeste e está ligado ao outono e também ao metal. Por ser considerado um símbolo de força e coragem, é comumente associado às Forças Armadas. Adornos de jade no formato de tigre eram portados por comandantes do exército chinês na Era das Dinastias. Esculturas do animal também costumava ser esculpido na porta de tumbas para proteger os mortos contra os maus espíritos.

    Tatuagens de tigre

    A história sobre tatuagens de tigre é longa, então vamos mergulhar de cabeça.

    As tatuagens de tigre são populares com todas as identidades de gênero. A maioria das tatuagens de tigre são inspiradas na arte tradicionais ou mitologia da Índia, China e Japão.

    Isso se deve à grande quantidade de simbolismo que o tigre representam nesses países da Ásia.

    Estes grandes felinos sempre foram transportados de um lugar para outro para exibição, mas eles têm suas raízes na Ásia.

    Sempre foram inspiração para várias histórias, também foram imortalizados na arte, escultura e tatuagem por muitos anos.

    Em todos os estilos, os tigres são uma das tatuagens de animais mais solicitadas pelos amantes da arte.

    Não importa a estética, existem vários motivos pelos quais uma pessoa pode querer homenagear seu felino favorito.

    Com sua beleza majestosa e garras mortais, não é nenhuma surpresa que esse antigo fascínio tenha se estendido até os dias modernos.

    Tigre Branco ( chinês : 白虎Báihǔ ) é um dos quatro símbolos das constelações chinesas . Às vezes é chamado de Tigre Branco do Ocidente ( chinês :西方 白虎; pinyin : Xīfāng Báihǔ ) e é conhecido como Baihu em chinês , Byakko em japonês , Baekho em coreano e Bach Ho em vietnamita . Representa o oeste em termos de direção e estação do outono. Na cultura chinesa , o tigre é o rei dos animais e foi presenteado com um ( pinyin : wáng : ‘rei’) em sua testa por séculos. Segundo a lenda, a cauda do tigre ficaria branca quando atingisse a idade de 500 anos. Dessa forma, o tigre branco se tornou uma espécie de criatura mitológica. Dizia-se que o tigre branco só apareceria quando o imperador governasse com virtude absoluta, ou se houvesse paz em todo o mundo. Como a cor branca da teoria de Wu Xing também representa o oeste, o Tigre Branco se tornou um Guardião mitológico do Oeste.

    Dicas de Viagem, o Templo do Tigre em Nara Japão.

    Escondido nas encostas arborizadas do Monte Shigi na província de Nara, Chogosonshi-ji é um impressionante complexo de templos mais conhecido pelo gigante tigre de papel machê que guarda seu portão. Com outros destaques, incluindo um túnel de tigre e uma vista deslumbrante do topo da montanha, é um destino imperdível no seu itinerário de Nara.

    Praticamente a primeira coisa que você vê quando chega ao templo de Chogosonshi-ji é seu famoso guardião: uma estátua de tigre de papel machê. Enorme e vívido, é impossível não rir dessa primeira visão! Mas não é o único tigre da cidade. Todo o complexo é adornado com felinos listrados, tornando-o um dos templos mais exclusivos que você provavelmente visitará no Japão.

    Embora seja claramente uma grande atração para os visitantes, os tigres do templo são mais do que apenas mascotes fofos – eles são, na verdade, um lembrete importante das origens do templo. Chogosonshi-ji (朝 護 孫子 寺), também conhecido como Shigisan (信 貴 山), é um templo budista dedicado a Bishamonten, o deus da guerra e protetor dos guerreiros. De acordo com a lenda, o Príncipe Shotoku, um regente durante o período Asuka (538-710), veio ao Monte Shigi para orar pelo sucesso em uma batalha que se aproximava. Bishamonten apareceu diante dele na Hora do Tigre, no Dia do Tigre, no Ano do Tigre (de acordo com o zodíaco chinês), e o ajudou a liderar suas tropas à vitória. Mais tarde, o príncipe mandou construir este templo em sinal de gratidão. Você comprar no templo Os amuleto do tigre fofo.

    “Tora no Omamori”

    Chogosonshi-ji Temple

    信貴山 朝護孫子寺

    2280-1 Shigisan, Heguri, Ikoma District, Nara 636-0923, Japan

    〒636-0923 奈良県生駒郡平群町大字信貴山2280-1

  • Toshio Shimada

    Kappa a lenda dos demônios que vivem nos rios e lagos do Japão.

    O que é um Kappa?

    Existem muitas criaturas e seres misteriosos no folclore japonês . Um dos mais populares é o Kappa, Criatura que habita em lugares de água doce, como lagoas, rios e pântanos. No Japão e muito comum encontra pessoas tatuadas com as imagens de kappa. Também nos dias de hoje esta imagem tem se tornado popular fora do Japão e cada vez mais os amantes da tatuagem japonesa tem se tatuado com desenhos desses seres do folclore japonês e o kappa esta entre os preferidos.

    Trabalho feito por Jerad Shealey, Seattle, WA USA

    As varias formas de chamar e os nomes do Kappa no Japão

    Kappa (河 童 criança do rio) é o nome mais popular e conhecido no Japão e também fora do Japão, às vezes pode ser chamado de Kawataro (河 太郎 menino do rio), aqui vou dar mais exemplos de nomes conhecidos no Japão, Kawako (河伯 conde do rio ou 河 子 criança do rio), Kawaranbe (河 ラ ン ベ), Gatarō (が た ろ う) ou Enko (猿猴), entre muitos outros nomes. existe há menos de 80 nomes usado para o Kappa. Isso deve ser pelo fato que o Japão sempre manteve suas lendas urbanas da maneira verbal e quase que não se registrava em livros, e cada geração se acrescentava alguma coisa a historia desses seres.

    Os detalhes característico sobre o Kappa.

    A lenda diz que o kappa que quando ele esta plenamente desenvolvido tem o tamanho de uma criança de dez anos, ele é um espírito anfíbio e pode ser hermafrodita. A sua pele é escamosa com a cor verde-amarelada; A cara é parecida com a de um macaco, a costas dele tem um casco de tartaruga; as mãos e os pés têm membranas, para nadar facilmente entre os rios e lagos. O seu traço físico mais característico, talvez seja a depressão em forma de um tigela no topo da cabeça, o kappa deve sempre conter água nesta parte da cabeça, para que o kappa possa manter os seus poderes sobrenaturais e sua força extraordinária mesmo quando está fora do rio em terra firme.

    Mesmo ainda nos dias de hoje, na era da razão e do conhecimento, existem lugares próximos à rios e lagos no Japão que apresentam placas de avisos para que as pessoas tomem cuidado com os demônios das aguas, o terrível Kappas.

    A vida do kappa normalmente é entre os rios e lagoas, eles também pode estar em terra firme para busca de suas presas mas sempre próximo aos rios. Tradicionalmente quase todos os contos retratam este ser das aguas como mal-intencionados, a lenda diz que ele quando ataca suas vitimas costuma sugar as entranhas de sua vítima e beber seu sangue como um verdadeiro vampiro. Diz-se que a parte que ele adoram é especialmente o fígado humano. Mas também são representados como criaturas inteligentes e honradas. Diz-se que a humanidade aprendeu a arte de curar fraturas de ossos com um kappa, que ofereceu esse conhecimento em troca do seu braço amputado em uma de suas aventuras de pilhagem. Os braços e as pernas de um kappa, quando presos de novo ao corpo, ficam como novos em questão de dias.

    Takagi Toranosuke lutando com um kappa no rio. Artista: Ichiyusai Kuniyoshi ano de 1834

    Mesmo que nunca alguém prove que viu um Kappa de verdade isso não e raro que os japoneses acreditam fortemente em sua existência. Acredita-se que os Kappas são criaturas semi-aquáticas, que vivem principalmente na água e às vezes se aventuram na terra em busca de humanos desavisados.

    O Kappa geralmente é descrito como um yokai (demônio). Na religião Shinto, entretanto, o Kappa é considerado um Kenshin (avatar) do Suijin (水 神 uma divindade da água). Nas província de Aomori e Miyaki no Japão, muitos santuários são montados e dedicados à adoração do Kappa como uma divindade ligada as água dos rios e lagos. Em cidades como Tokyo, Ushiku, Komaki e Misawa, festivais de verão são uma grande atracão do verão, estes festivais são chamado “Kappa Matsuri” é realizado anualmente em homenagem ao mítico ser Kappa. Haviam no Japão, muitos festivais destinados a aplacar a fúria dos Kappas, nas esperança de terem uma boa colheita. E curiosamente alguns desses festivais acontecem ainda nos dias de hoje.

    O melhor método para subjugar um kappa é cumprimentá-lo muitas vezes, curvando a cabeça, como fazem os japoneses para se comprometam uns aos outros. Como é uma cortesia fora do comum, o kappa vai sentir-se obrigado a curvar a cabeça, em resposta. Após vários cumprimentos com a cabeça, todo o líquido (que lhe dá poderes e força, fora da água) terá se derramado do topo de sua cabeça e ele será forçado a voltar ao seu lar aquático rapidamente.

    Outra estratégia para aplacar um kappa mal-intencionado é dar-lhe pepinos para comer, pois trata-se de seu alimento predileto. Diz-se que riscar o nome dos familiares na casca de pepinos e depois jogá-los dentro da água protege essas pessoa contra os kappas, que, ao aceitarem os pepinos para comer, ficam moralmente obrigados a não fazer mal a essas pessoas.


    Também não é raro que se atribuam aos Kappas o sumiço de cavalos e vacas em áreas ruais no Japão. Diz a lenda que se alguma pessoas flagrar um Kappa roubando algum cavalo ou animal doméstico, o Kappa tende a se mostrar vulnerável e assustado, basta cumprimentar lo da forma tradicional japonesa (com o famoso inclinar do corpo) e o Kappa se mostra impelido a fazer o mesmo (os Kappas são conhecidos pela sua obsessão com a cordialidade e a educação, apesar de sua maldade). Neste momento a cuia que conserva a água do rio em sua cabeça cai, sem essa água do rio, o Kappa perde temporariamente seus poderes se tornando assim vulnerável. Alguns dizem que o Kappa pode ficar tão vulnerável nesse momento que poderiam apresentar paralisia total do corpo, situação essa que só mudaria a partir do momento em que sua cabeça fosse cheia novamente com a água do rio onde a criatura faz seus covil. Os Kappas também podem ser expulsos ou repelidos devido a sua aversão à diversas tipos de materiais, tais como o ferro, o  gergelim e o gengibre.
    Embora os Kappas sejam geralmente considerados criaturas malévolas , eles também podem ser amigáveis ​​com os humanos. Em alguns lugares, as pessoas oferecem comida aos Kappas com a esperança de que as criaturas não façam nenhum mau ou os machuquem. Em outros casos, é para apaziguá-los e solicitar a execução de tarefas, como a irrigação de terras agrícolas. Os Kappas também são conhecidos por suas habilidades especiais e profundo conhecimento da medicina, conhecido apenas pelos yokai . De acordo com a lenda japonesa, foram os Kappas que ensinaram aos humanos a arte do sekkotsu (colocação de ossos).


    Tatuagem de Kappa como de costume no Japão se tatua na parte de cima do pe como uma espécie de amuleto contra os seres do maus que vivem nos rios.

    Mas apesar de toda a maldade atribuída aos Kappas, uma vez que algum humano tenha conquistado sua amizade, essas criaturas não medem esforços para auxiliar seus amigos. Suas ajudas mais comuns são empregadas na irrigação das terras e na ajuda com a pesca farta de peixes. É relacionado também a esses seres um elevado conhecimento da medicina, sendo atribuído a eles o conhecimento humano da fixação de ossos fraturados. 
    Devido a esse outro lado do Kappa, muitos santuários são dedicados a adoração particular dessas criaturas tão misteriosas.

    Inscreva se no meu canal do YouTube onde eu posto conteúdo sobre varias historias e significado da tatuagem e a cultura oriental. deixe também seus comentários e sugestões sobre novos conteúdos que você quer ver nos próximos vídeos, deixe seu like o link para o canal esta aqui abaixo.

    https://www.youtube.com/user/shimadatattoo

    Dica de Viagem, Parque de Tsujikawayama

    Bolhas subindo na superfície da lagoa. Eventualmente, um kappa vermelho com uma bola de nádega apareceu. Centenas de pessoas visitam o Parque Tsujikawayama na cidade de Fukusaki, província de Hyogo, nos finais de semana para ver este kappa, e ele está lotado.

    O kappa se esconde sob a superfície da água em cerca de 5 segundos quando aparece, mas o impacto de sua aparência aterrorizante é suficiente para fazer a criança começar a chorar: “Estou com medo.”

     Na verdade, a cidade é o local de nascimento de Kunio Yanagita, um estudioso do folclore que colecionou as tradições do Kappa. A cidade de Fukusaki na província de Hyogo investiu de ienes com o motivo do Kappa que aparece na autobiografia de Yanagida “Hometown Seventy Years”. A própria equipe trabalhou na modelagem, dizendo: “Falar-se-ão de pessoas assustadoras”, e isso se tornou um “kappa de reunião de clientes” como pretendido.

    No parque Tsujikawayama os kappas mecânicos que emergem das águas de um pequeno lago a cada 30 minutos das 9hs às 18hs15min. eles foram instalado em 2014.

    Muitos pessoas tem visitado o parque Tsujikawayama em Hyogo para ver os Kappa, Algumas crianças ficam com medo e começam a chorar com medo destas criaturas.

    Muitos monstrinhos vivem no parque.

    O lugar e uma ótima opção para quem quer ver de perto os Yokais famosos das histórias japonesas.

    Você pode sentar ao lado desse senho Tengu fazer fotos juntos com seu amigos.

    Pode fazer uma sua selfie junto com esse Oni em tamanho real e postar em suas redes sociais.

    Tsujikawayama Park

    辻川山公園

    Nishitawara, Fukusaki, Kanzaki District, Hyogo 679-2204, Japan

    ● Parque Tsujikawayama → Nishidahara, cidade de Fukusaki (lado norte de Mochimuginoyakata) / Aproximadamente 5 minutos de carro sao 1.9 km desde a estação de trem de JR Fukusaki, As tarifas de táxi no Japão são oficialmente definidas pelas cidades ou distritos. … 2,00 km ): ¥ 730,00.

    ● Estação JR Fukusaki → 302-11 Fukuda, cidade de Fukusaki / Aproximadamente 30 minutos pela Linha Harita da Estação JR Himeji

    Link para o site do parque http://www.town.fukusaki.hyogo.jp/

  • Toshio Shimada

    Dragões, conheça mais sobre a lendária história do dragão japonês. Ryū ( 龍 “dragão” )

    No ocidente, os dragões são criaturas gananciosas, cuspidores de fogo, habitante de cavernas e assustadoras, como barradas nas histórias de origem européia. Na tatuagem quando se fala em dragão, logo vem a mente a imagem do dragão asiático, este ser simboliza algo muito diferente. Os dragões orientais são seres que estão ligados à natureza e vivem tanto no ar, na terra ou na água. Normalmente incorporando por muita sabedoria, força e as forças do universo para o benefício dos humanos.

    A cara do dragão oriental geralmente não é de uma criatura muito carismática, mas pode ser diferente de dragão para dragão, elas são sempre com a expressão de um ser muito nervoso e assustador. O dragão tem as características dos animais que encontramos hoje na natureza. Os olhos se parece com o de um demônio mas são os da águia ou até mesmo de um galo, enquanto as orelhas são de um coelho aqueles tipo de Porquinho-da-Índia, o pescoço e a barriga de uma cobra (serpente), os chifres são de veado e as escamas de um koi (Carpa). Suas garras são da águia ou do galo. A lenda diz que ele pode ser atraído pelo toque musical de um sino ou de uma flauta. O dragão asiático geralmente é o portador de bênçãos profundas ligada ao poder da natureza como o vento e a chuva. O dragão é geralmente uma aspiração às qualidades de grande bondade, sabedoria e o poder do bem.

    O dragão é sempre visto com as cores em suas escamas mas são somente os que tem pelo menos 500 anos de idade, os dragões mais jovens ainda não tem ou não desenvolveram escamas coloridas. O dragão pode viver por cerca de até 1000 anos ou mais e ao completar essa idade ele pode desenvolver asas com penas coloridas, semelhante à aparência das asas da fênix japonesa. ( Hou-ou 鳳凰 )

    Dragão japonês, de 
    Utagawa Kuniyoshi com asas e penas coloridas

    Além disso, o dragão oriental não é muitas vezes uma besta astuciosamente malévola. Em vez disso, é força combinada com sabedoria e geralmente é benevolente. A pessoa que escolhe se tatuar com a imagem do dragão, geralmente acaba por se influenciar as qualidades de integridade e sabedoria.

    O dragão também pode agarrar com uma de suas patas um objeto que é mostrado de várias maneiras como uma esfera (Bola), uma pérola ou uma jóia, também conhecido como “a forma de lótus fechada”, a essência do universo, a fim de controlar os ventos, chuvas, fogo e até os planetas. Este item é visto em vários designs budistas, incluindo templos e lápides. Ele representa a essência espiritual do universo, pela qual o dragão o controla e o protege daqueles que podem usurpar esses poderes.

    Ryūjin ( 龍神 , “deus dragão” )

    Ryūjin ou Ryōjin ( 龍神 “deus dragão” ) , que em algumas tradições é equivalente a Owatatsumi , era a divindade tutelar do mar na mitologia japonesa . Este dragão japonês simbolizava o poder do oceano , tinha uma grande boca, e foi capaz de se transformar em um humano forma. Ryūjin viveu em Ryugu-jo , seu palácio sob o mar construído a partir de vermelho e branco coral , de onde ele controlava as marés com mágicas jóias da maré. Tartarugas marinhas, peixes e medusas são descritos frequentemente como servos de Ryūjin.

    Ryūjin era o pai da bela deusa Otohime que se casou com o caçador príncipe Hoori. O primeiro imperador do Japão , o imperador Jimmu , é dito ter sido um neto de Otohime e Hoori . Assim, Ryūjin é dito ser um dos antepassados da dinastia imperial japonesa.

    Os dragões japoneses ( 日本 の 竜 , Nihon no ryū )

    Os dragões no Japão são criaturas lendárias que muito populares que existem na mitologia e no folclore japoneses. Os mitos de dragões japoneses vem de lendas nativas e com histórias sobre dragões da China e da Coréia. O estilo do dragão feito no japao foi fortemente influenciado pelos dragões chinês. Como esses outros dragões do Leste Asiático, a maioria dos japoneses são divindades aquáticas associadas com chuvas e ligada a agua dos rios e mares, e são tipicamente descritos como grandes criaturas serpentinas muitas vezes sem asas com pés e garras muito fortes. Na lingua japonesa tem inúmeras palavras referentes ao “dragão”, incluindo Tatsu indígena do antigo japonês ta-tu , Sino-japonês ryū ou ryō  do chinês lóng , nāgaナ ー ガ do sânscrito nāga e doragonド ラ ゴ ン do inglês ” Dragon ” (o último sendo usado quase exclusivamente para se referir ao dragão europeu e criaturas ficcionais derivadas).

    Dragões japoneses e suas variações das lendas locais

    Nos livros de C. 680 AD Kojiki e o c. 720 DC as mito-histórias de Nihongi têm as primeiras referências textuais japonesas aos dragões. “Nos textos mais antigos, os dragões são mencionados de várias maneiras”, principalmente como deuses da água, em forma de serpente ou mesmo na forma de dragão.” O Kojiki e o Nihongi mencionam vários dragões antigos:

    • Kiyohime 清 姫 “Uma bela mulher” era uma atendente de uma casa de chá que se apaixonou por um jovem sacerdote budista. Depois que ele a rejeitou, ela com toda sua energia possuída pela raiva e ciúmes, se transformou em uma serpente em forma de um dragão e se suicidou com o fogo levando junto seu amado monge.
    • Nure-onna (濡 女 “Mulher Molhada”) era um dragão com cabeça de mulher e corpo de cobra. Ela normalmente era vista enquanto lavava o cabelo na margem de um rio e às vezes matava humanos quando estava com raiva.
    • Zennyo Ryūō (善 如 龍王 “Rei dragão bondoso”) era um deus da chuva descrito como um dragão com uma cobra em sua cabeça ou como um humano com uma cauda de cobra.
    • No livro de ” My Lord Bag of Rice “, o Ryūō 龍王, “dragão rei” do Lago Biwa . O Lago Biwa é um lago antigo , com mais de 4 milhões de anos.  Estima-se que seja o 13º lago mais antigo do mundo, localizado na província de Shiga. Onde Ryūō 龍王 ajuda o herói Tawara Tōda 田原 藤 太 para matar uma centopéia gigante.
    • Urashima Tarō resgatou uma tartaruga que o levou para Ryūgū-jō e se transformou na atraente filha do deus do oceano Ryūjin.

    Dica de viagem

    O templo Tenryu-ji foi estabelecido em 1339 pelo shogun Ashikaga Takauji (1305-1358) em memória do imperador Go-Daigo (1288-1339), com o eminente mestre zen Muso Soseki (1275-1351) As terras foram doações feitas por locais. Isso para ajudar a financiar a construção do templo, mas somente as terras não foram suficientes, Muso Soseki e Ashikaga Tadayoshi elaboraram um plano para enviar dois navios mercantes para a China e com isso usar os lucros resultantes para concluir a construção de Tenryu-ji. Este plano foi um grande sucesso, e o templo foi oficialmente consagrado em 1345. Foi escolhido entre as Cinco Montanhas de Kyoto ele o primeiro templo (os cinco principais templos Zen da cidade), uma classificação que mantém até os dias atuais.

    A destruição por oito grandes incêndios

    Desde a sua fundação, Tenryu-ji foi devastado por oito grandes incêndios, em 1358, 1367, 1373, 1380, 1447, 1468, 1815 e 1864. Dos primeiros incêndios, os de 1445 e 1468 foram particularmente graves, e não foi até o shogun Toyotomi Hideyoshi (1536-1598) forneceu apoio financeiro em 1585 para que pudesse reconstruir o templo. Tenryu-ji teve outra grande destruicão em 1815 e sofreu mais danos no grande incêndio de 1864, resultado dos combates que precederam ao fim do período feudal em 1868. Então, em 1877, como Tenryu-ji ainda estava em processo de reconstrução, a maior parte dos quatro quilômetros quadrados de terra cultivada de propriedade do templo no distrito de Sagano foi confiscada pelo governo Meiji. Isso deixou Tenryu-ji com menos de um décimo da propriedade que possuía anteriormente.

    Restauração dos templos

    Apesar desses contratempos, Tenryu-ji continuou seus esforços de reconstrução até o final do século XIX. O Zendo (sala de meditação Zen), o único edifício que sobreviveu ao incêndio de 1864, foi movido durante o final do século XIX para servir como um substituto para o Hatto (sala de palestras) e Butsuden (sala do Buda), e em 1900 o novo Hojo (salão principal) e Kuri (aposentos) foram concluídos. A reconstrução do Kohojo (sala de recepção) foi concluída em 1924. Seguiu-se em 1934 a consagração de um novo Tahoden (santuário em homenagem ao imperador Go-Daigo) e a construção das casas de chá Shoun-kaku e Kan’u-tei. Isso trouxe Tenryu-ji a uma forma próxima ao que vemos hoje.

    O dragão das nuvens no teto do Hatto de Tenryu-ji foi pintado em 1997 pelo renomado artista de nihonga – nihon (Japão) ga(Arte) Kayama Matazo (1927-2004), como um dos projetos que comemoram o 650º aniversário da morte do fundador de Tenryu-ji, Muso Kokushi.

    A primeira etapa do projeto foi cobrir o teto de 12,6 x 10,6 metros do Hatto com 159 tábuas de cipreste, cada uma com 3 centímetros de espessura. Elas foram envernizadas e cobertas com uma camada de gesso caulim, depois foi aplicada em um círculo de nove metros de largura. Isso serviu de base para a pintura. O Cloud Dragon é transformado no estilo happo nirami , no qual o dragão parece estar olhando diretamente para o observador de onde quer que seja visto no Hatto.

    O atual Cloud Dragon substitui um anterior pintado pelo artista japonês Suzuki Shonen na época em que o Hatto foi transferido para sua localização atual no início do período Meiji. E nos anos 90, essa pintura já havia se deteriorado a ponto de não poder ser restaurada, então uma nova pintura foi encomendada. Uma parte do dragão de Suzuki foi preservada, no entanto é exibida publicamente no Daihojo todo mês de fevereiro.

    Como chegar ao Templo Tenryu-ji

    Saindo da estação TrainHankyu-Kyoto Line para a estação TrainHankyu-Arashiyama Line  Walk from Kyoto-Kawaramachi Station ¥230 (cerca de USD 2,20) os trens circulam a cada 13 min a 15 min (tempo estimado para chegar ao templo de trem e de 30 min)

    Caso você preferir ir de carro ou taxi, o tempo estimado é de 20 minutos (aprox. 10km)

    As tarifas de táxi do Japão são maiores do que em outros países. Variam conforme a região, mas normalmente são cobrados a cada 2.0 km entre 600-700 (USD 5,70 a 6,70) ienes por bandeirada.

    Vale a pena lembrar que geralmente os taxistas só recebem pagamento em dinheiro.

    Endereço: Japão, 〒616-8385 Kyoto, Ukyo Ward, Sagatenryuji Susukinobabacho, ⋅ Abre às 08:30 ou 9h00 até as 16h30 no Verão, última admissão às 16h20 portanto chegue bem antes do horário de fechamento do local.
      9h00 até as 16h00 no Inverno que vai de (21 de outubro a 20 de março)
      [última admissão às 15h50] ¥ 500 (a taxa de admissão de Hatto é separada da taxa do jardim e do edifícios de Tenryu-ji).
    Sem custo para pré-escolares

  • Toshio Shimada

    Maneki Neko – 招 き 猫

    Maneki-neko  – 招 き 猫, gato acenando, em tradução literal)

    Provavelmente você já deve ter visto um Maneki Neko? Em inglês, eles também são chamados de Lucky cat ‘gatos da sorte‘ devido ao seu uso como uma espécie de talismã ou amuleto da sorte. Essas figuras de gatos se tornaram um dos símbolos japoneses mais conhecidos em toda parte do mundo. O nome ‘Maneki Neko‘ pode ser atribuído à pata acolhedora do gato, pois a tradução literal é ‘gato acenando’. hoje e bem comum encontrar pessoas tatuadas com desenhos destes gatos em diferentes versões, mas no Japão e muito difícil encontrar japoneses com tatuagem de Maneki Neko. Estas tatuagens se tornaram mais populares no continente Europeu e Nos estados unidos. Nos anos noventas e os anos 2000 as tatuagens

    Em tatuagens tradicionais japonesas as imagens de gatos são bem raras de se encontrar, mas nas ilustrações antigas chamadas de Ukiyo-e são mais comuns de ver gatos em diversas pinturas. Cinquenta e cinco gatos aparecem nesta imagem abaixo feita pelo ilustrador japonês Utagawa Kuniyoshi (1797-1861). Um deles rasteja para fora de uma cesta, alguns pegam ratos, outros comem peixes e alguns deles estão apenas dormindo. Eles parecem ótimos muito felizes em um cotidiano típico de uma gato, mas será que há alguma razão por trás desta ilustração? A meu ver, a imagem é claramente mais do que apenas um desenho. Ela me faz pensar se suas ações carregam algum tipo de significado ou se são simplesmente o trabalho de um homem que amava os gatos? Para responder a essas perguntas, é melhor viajar no tempo e entender o porque os japoneses sempre gostaram destes felinos, e descobrir de onde vem essa obsessão por gatos e como começou.