• Toshio Shimada

    Quem é Ebisu e o que ele simboliza?

    Ebisu Tattoo

    No Japão existe muitas divindades e criaturas inspiradoras Pra sua tatuagem.

    Muitas pessoas são atraídas pela arte japonesa por sua riqueza de detalhes e historias, quando alguém pensam em fazer uma nova tatuagem com algum tema oriental logo pensa em algo legado ao Japão.

    Se você é um amante de tatuagens japonesas (Irezumi), provavelmente já viu muitas expressões ferozes em criaturas e máscaras temíveis.

    Neste post vamos falar de um personagem que se chama Ebisu que no Japão também tem a cerveja que leva o nome de Yebisu Beer feita pela fabricante de cervejas japonesas Saporo Beer. Talvez voce ja deva ter visto ou ate tomado ela se você visitou o Japão. Esta figura redonda e de aparência agradável emprestou seu nome ate para a área da moda no Japão, uma cervejaria e muito mais, Alem de ter um bairro em Tokyo com o nome Ebisu (恵比寿 (渋谷区).

    Muitas figuras mitológicas ou religiosas no Japão tem expressões intimidadoras em seus rostos.

    Este não é um indicador de maldade ou intimidador.

    No mínimo, a maioria desses personagens tem uma natureza protetora ou são muito dedicados ao seu ofício como divindade.

    Se você está se perguntando “onde posso encontrar uma imagem para tatuagem japonesa com uma expressão amigável?”

    Então temos aqui um personagem para uma tatuagem com um aspecto bem agradável como o Ebisu.

    As imagens do Ebisu são muito populares no Japão e em outros lugares.

    Mas quem é Ebisu e o que o torna tão popular? Vamos dar uma olhada na divindade japonesa com uma disposição ensolarada.

    De onde ele veio e o que ele simboliza?

    Os Sete Deuses da Sorte

    Para saber mais sobre o Ebisu temos quer conhecer um pouco dos Sete Deuses da Sorte, ou Sete Deuses da Boa Sorte e Boa Fortuna, são bastante autoexplicativos.

    Eles são um grupo de sete deuses que simbolizam virtudes diferentes, e as pessoas podem prestar homenagem a esses deuses quando procuram sorte em uma determinada área de suas vidas.

    Os deuses vêm de varias partes da Ásia.

    Eles foram escolhidos entre os deuses e santos xintoístas, hindus, taoístas e budistas.

    Cada um dos Sete Deuses da Sorte pode ser uma ideia popular para tatuagem, dependendo de quem você gostaria de representar!

    Originalmente, esses ícones eram mencionados separadamente.

    Mas desde que foram escolhidos como os Sete Deuses da Sorte, eles podem ser retratados juntos na arte oriental.

    Muitas pessoas no Japão optam fazer uma tatuagem com todas as sete figuras – apenas para cobrir suas bases.

    Vamos fazer uma breve introdução sobre a chance de que Ebisu não seja o deus da sorte para você.

    Além do nosso amigo Ebisu, os Sete Deuses são:

    Hotei representa filantropia e economia.

    Ele é frequentemente descrito como um homem alegre rodeado de crianças, então ele também é o patrono das crianças.

    Com sua cabeça calva e barriga redonda, seu apelido é o “Buda sorridente”.

    Você provavelmente conhece Hotei, já que sua imagem é popular em todo o mundo!

    Daikoku, o patrono da riqueza, prosperidade e trabalho na cozinha.

    Por causa de sua combinação de comércio e produção de alimentos, os fazendeiros são um par natural com Daikoku.

    Benten é a única mulher do grupo.

    Ela representa amor, habilidades de raciocínio, literatura, música e fertilidade.

    Ela representa o lado artístico e feminino de alguém.

    Diz a lenda que Benten se casou com um dragão marinho, o que acabou com os ataques do dragão na ilha Enoshima.

    Jurojin representa a sabedoria que vem de uma vida longa e plena.

    Ele geralmente é representado com uma longa barba branca segurando um pergaminho que supostamente contém todo o conhecimento da terra!

    Fukurokuju é o patrono da riqueza e da longevidade.

    Diz-se que ele tem a capacidade de ressuscitar os mortos.

    Ele é freqüentemente chamado como patrono de mágicos, relojoeiros e jogadores de xadrez.

    Bishamon

    De uma forma bastante contraditória, Bishamon foi escolhido como um símbolo de felicidade e da guerra.

    O deus da realização das artes marciais, extermínio de demônios, segurança familiar e harmonia conjugal

    Ele é patrono de soldados, e também de missionários, padres e médicos.

    O que nos leva ao nosso amigo, completando os Sete Deuses da Sorte, Ebisu .

    Quem é Ebisu e o que ele simboliza?

    Deus da prosperidade dos negócios, ajuda em desastres, fertilidade de cinco grãos, proteção aos peixes grandes

    Como um deus que protege o sustento e traz bem-estar, ele é amplamente aceito nas crenças populares. Diz-se que o que era originalmente adorado entre os pescadores foi gradativamente aceito pelos mercadores e fazendeiros, como pode ser visto na estátua de um deus com chapéu de corvo e gravata e vara de pescar.

    Diz-se que é filho de uma grande nação e é o deus da pesca, do comércio e da agricultura que trazem “bênçãos de grandes pescarias”, “prosperidade comercial” e “abundância de cinco grãos”.

    Diz-se que a vara de pescar simboliza um coração puro que “pesca e não pesca”, isto é, não devora lucros e acredita que esse deus concederá boa fortuna se trabalhar com sabedoria e suar no corpo. Deus.

    Os Sete Deuses da sorte têm origens diversas.

    Ebisu é especialmente importante para os japoneses porque ele é a única figura no grupo que é 100% indígena do Japão que faz parte da tradição japonesa.

    Ebisu vem da religião Shinto que, ao lado do Budismo, ainda é a religião mais praticada no Japão hoje.

    Você pode ver estatuetas de Ebisu em lojas e muitos comércios, restaurantes e santuários religiosos.

    Ebisu é o patrono dos pescadores e comerciantes.

    Sempre sorrindo, Ebisu representa riqueza e boa fortuna.

    Muitos comerciantes no Japão costumam ter estatuas de Ebisu para obter orientação e boa sorte enquanto navegam em seu caminho dos negocios.

    Pessoas que trabalham na indústria alimentícia costumam adotar o Ebisu como patrono, e alguns estabelecimentos até têm a imagem dele estampados em seus uniformes!

    Temas comuns em tatuagens com Ebisu

    Na arte da tatuagem, o Ebisu pode ficar sozinho ou combinado junto com outras divindades, isso dependendo do motivo pelo qual você está fazendo a tatuagem.

    Ebisu tem um rosto carismático está sempre sorridente e tem um bigode e barba.

    Ebisu é uma figura barriguda e freqüentemente retratada com sua vara de pescar e carregando um peixe.

    Os peixes têm muitos significados na arte japonesa, e você pode fazer um peixe junto a sua tatuagem de Ebisu alem do que ele carrega em suas mãos.

    Ebisu normalmente é visto com uma figura de um vermelho, um símbolo de sabedoria e também de boa sorte.

    As tatuagens Ebisu são normalmente coloridas por causa de sua disposição ensolarada, mas as cores não impede de você pode escolher preto e cinza, as cores ano muda seu significado.

    Inscreva se no meu canal do YouTube onde eu posto conteúdo sobre várias histórias e significado da tatuagem e a cultura oriental. Deixe também seus comentários e sugestões sobre novos conteúdos que você quer ver nos próximos vídeos, deixe seu like o link para o canal esta aqui abaixo.

    https://www.youtube.com/user/shimadatattoo

  • Toshio Shimada

    Irezumi os significados da arte das tatuagens japonesa

    Irezumi 入墨, muitas vezes com esse nome entende-se a tatuagem japonesa, mas na verdade um mestre nunca chamará o seu trabalho usando esse termo depreciativo, preferindo Horimono, embora também seja usado como um termo genérico para descrever uma série de estilos de tatuagem originários do Japão, incluindo tatuagem tradições do povo Ainu e do Reino Ryukyuan.

    Mulher Aino no Japão

    As formas de irezumi são aplicadas à mão, usando cabos de madeira ou bamboo e agulhas de aço presas nas pontas desses bastões. Este método também requer tinta especial conhecida como tinta Nara (também chamada sumi ); A tatuagem praticada tanto pelo povo Ainu quanto pelo povo Ryukyuan usa tinta derivada da planta índigo. Irezumi é um processo doloroso e demorado, praticado por um número limitado de especialistas conhecidos como horishi . 

    No início do período Meiji , o governo japonês baniu as tatuagens, e o irezumi assumiu conotações de criminalidade e delinquência como resultado, levando a um estigma considerável contra as pessoas com tatuagens e tatuagens no Japão.

    As tatuagens se tornaram algo que vemos todos os dias em pessoas quando andamos pelas ruas. Algumas pessoas têm designs muito impressionantes que chamam bastante atenção. Vemos alguns caracteres Kanji no corpo das pessoas e, geralmente, são apenas caracteres com “aparência de Kanji”. As pessoas costumam considerar as tatuagens japonesas uma arte, e muitos ocidentais as consideram fascinantes. No entanto, no Japão, apesar do boom da moda das tatuagens recentemente, as pessoas ainda têm uma impressão errada em relação a Irezumi . Por que?

    As diversas formas de como eram marcados os criminosos no Japão

    Na verdade, o Japão tem uma cultura de tatuagem muito antiga, provavelmente desde o período Jomon. As lindas tatuagens japonesas que agora conhecemos apareceram no meio do período Edo. Durante esse período, muitas pessoas se mudavam para grandes cidades como Edo (Tokyo) e Osaka. E com o crescimento da população, o número de crimes começou aumentou naturalmente. Durante o período Edo, não havia prisões até o desenvolvimento de grandes cidades como Osaka e Edo. Isso levou a um aumento da criminalidade e a punição para os infratores era amputação da orelha ou do nariz era a punição.

    E a tatuagem (Irezumi) começou a ser usada como um castigo para os infratores, substituindo a maneira cruel de amputação da orelha ou nariz, usado por não fácil de se livrar destas marcas na pele. A partir daí, a tatuagem começou a se espalhou entre prostitutas, operários da construção, jogadores e mensageiros como uma forma de rebeldia contra o sistema e se tornando um tipo de moda no submundo do Japão.

    Eles tatuaram criminosos na testa para que outras pessoas pudessem ver que cometeram um crime. Além disso, cada região tinha seu próprio símbolo e, com estas tatuagens, as pessoas sabiam onde essas pessoas aviam cometido seus crimes.

    O Japão realmente teve uma relação muito complicada com tatuagens ao longo de sua história. Ao contrário da maioria dos países ocidentais, onde as tatuagens são consideradas apenas uma forma de expressão ou decisões extremamente ruins, a sociedade japonesa geralmente menospreza a arte corporal moderna. Isso acontece apesar de ter alguns dos melhores artistas e técnicas do mundo.

    • A “pena de tatuagem” ou “Irezumi Kei”.

    A forma de punição para os crimes não violentos era uma tatuagem bem no centro da testa. Chamado de “pena de tatuagem” ou “Irezumi Kei”, as pessoas a recebiam por crimes relativamente menores, como roubo e furto. As pessoas classificaram isso como um tipo de punição corporal, junto com espancamento e torturas em publico.

    Normalmente, a expulsão da área acompanha a pena de tatuagem. Serviu como um impedimento por causa da dor de ter seu rosto tatuado. Além disso, exibiu publicamente os criminosos pelo resto de suas vidas.

    Além disso, tinha um propósito de manutenção de registros. O estilo de tatuagem é diferente em cada região individualmente. Dessa forma, as pessoas poderiam saber em que região o condenado cometeu o crime.

    Estas são as colocações mais comuns de tatuagens faciais:

    • A província de Hiroshima tatuava com o kanji de Inu ( cachorro );
    • Chikuzen (atualmente província Fukuoka), linhas tatuadas no braço cada vez que cometiam um crime;
    • Awa (atualmente província de Tokushima), linhas tatuadas na testa e no braço;
    • Takayama (agora província de Wakayama), pontos tatuados;
    • Hizen (atualmente província de Saga / Nagasaki), cruz tatuada, que significa “ruim”.

    O mais interessante é a província de Hiroshima. Cada vez que alguém cometia um crime, tatuava uma linha. Hiroshima tatuava isso. Na primeira vez, o criminoso passa uma linha na testa. Então, na segunda vez, ele consegue uma linha cruzando a primeira. A segunda linha é um pouco entalhada para a esquerda. Na terceira vez, eles adicionam outra linha à direita e um pequeno ponto do lado direito da primeira linha. E então se tornava um caractere de um kanji com o significado de cachorro em japonês.

    Outra parte do Japão fazia tatuagens nos braços dos criminosos. Muitos deles são linhas simples ao redor do braço.

    Mais tarde, as tatuagens se tornaram o símbolo da moda, demonstrando amor por alguém e dureza no cérebro dos japoneses. Eles inconscientemente mantiveram esse velho costume sobre tatuagens. Na verdade, muitas piscinas e banhos públicos não permitem clientes com tatuagens. Isso ocorre porque outros clientes podiam acreditar que a pessoa seria um criminoso ou parte de uma família Yakuza.

    A tatuagem no Japão aconteceu pela primeira vez durante os períodos Jomon e Yayoi. Durante esse tempo, as pessoas acreditavam que as tatuagens tinham uma importância mística. Depois disso, a cultura se afastou bem das tatuagens até o período Edo. Nesse período, voltou de uma forma muito diferente.

    Durante 1745, a tatuagem substituiu a amputação à medida que a sociedade se tornou menos sedenta de sangue e mais gentil. Isso continuou acontecendo ao longo dos anos com as tatuagens de rosto mudando para tatuagens de braço menos constrangedoras.

    Em 1872, o governo japonês recém-estabelecido aboliu a pena de tatuagem de uma vez por todas. Curiosamente, bem no meio de tudo, por volta do início dos anos 1800, a arte corporal se tornou a moda de repente. Isso aconteceu entre as pessoas comuns do Japão. Com o número de pessoas que adiria a tatuagens no Japão só aumentava e ate hoje em dia, podemos ver cada vez mais gente com tatuagens pelas ruas de Tokyo.

    Inscreva se no meu canal do YouTube onde eu posto conteúdo sobre várias histórias e significado da tatuagem e a cultura oriental. Deixe também seus comentários e sugestões sobre novos conteúdos que você quer ver nos próximos vídeos, deixe seu like o link para o canal esta aqui abaixo.

    https://www.youtube.com/user/shimadatattoo

  • Toshio Shimada

    Tamatori-Hime Significado e História

    A tatuagem da Tamatori hime tem muitos significados históricos e simbolicos. neste post vamos falar um pouco desta famosa lenda.

    O estilo de tatuagem japonês tem uma influência considerável até hoje, embora sua longa e gloriosa história remonte há muito tempo.  Os tatuadores japoneses começaram a arte no  período Yayoi  (c. 300 aC – 300 dC). Naqueles tempos, as tatuagens japonesas eram conectadas com espiritualidade e símbolos de status divinos, identificando o mestre do escravo. Porém, as coisas mudaram no período Kofun (300–600 DC), e as tatuagens começaram a ter uma conotação negativa, e desde então eram usadas para marcar os criminosos e infratores da lei.

    Uma população indígenas do Japão, os Ainus, que habitam o Japão há muitos anos, também costumam ter tatuagens em seus corpos e até mesmo em em seus rostos ocasionalmente, o que influenciava principalmente a atividade da tatuagem japonesa. A razão crítica por trás disso é porque eles se integraram e penetraram na civilização japonesa moderna.

    Tamatori-hime, literalmente “Princesa Tamatori” é a deusa ama. Ama são mergulhadoras japonesas tradicionais, geralmente mergulhadoras caçadoras de pérolas, elas são mergulhadoras de alto mar, famosas por seu incrível controle da respiração, também vasculham as profundezas em busca de frutos do mar ou outros tesouros. Ama são quase exclusivamente mulheres.

    A lenda conta que, um imperador chinês enviou uma joia preciosa como um presente para um nobre japonês. mas na viagem ela  Caiu no mar e se perdeu. Esta foi uma tremenda perda financeira e também uma fonte de humilhação para o imperador. Tamatori-hime, então uma mergulhadora mortal de pérolas, determinado a recuperar a joia perdida.

    Ela mergulhou no mar e localizou a gema, mas recuperá-la não foi uma tarefa fácil. Qualquer coisa que cai no mar pode ser interpretada como homenagem aos Reis Dragões do Mar ou pelo menos é assim que eles interpretam. Ryujin, o rei japonês do mar, reivindicou a joia como sua. Quando Tamatori-hime tentou recuperá-lo, ele a perseguiu. Ela era rápida, mas não era páreo para o dragão furioso.

    Pouco antes de pegá-la, Tamatori-hime relembrou uma lenda: dragões só podem tirar coisas dos vivos. Eles não podem remover nada de um cadáver. Ela cortou com a faca em seu próprio peito, colocando a gema preciosa dentro e flutuou para a superfície. A joia foi entregue ao seu dono e assim o kami, tão tocado pelo auto-sacrifício de Tamatori-hime, decidiu conceder a sua imortalidade e deu-lhe as boas-vindas em suas fileiras.

    Essa é a versão mais famosa dessa lenda, mas existem variações. Em alguns, Tamatori-hime se casa com um príncipe e tem um filho antes de sacrificar sua vida. Ela é venerada como um espírito ancestral e também como a deusa do mar.

    Inscreva se no meu canal do YouTube onde eu posto conteúdo sobre várias histórias e significado da tatuagem e a cultura oriental. Deixe também seus comentários e sugestões sobre novos conteúdos que você quer ver nos próximos vídeos, deixe seu like o link para o canal esta aqui abaixo.

    https://www.youtube.com/user/shimadatattoo

  • Toshio Shimada

    Tatuagens inspiradas no Teatro Kabuki Japonês.

    A cultura do Japão nunca deixará de inspirar a arte da tatuagem. Neste post vamos falar um pouco sobre o teatro Kabuki e o que ele influencia em tatuagens tradicionais japonesas.

    O teatro musical dramático do Japão é muito diferente do que você imagina, com certeza ja deve ter ouvido falar do teatro Kabuki, entre fantasias luxuosas, maquiagem e tramas dramáticas envolvidas, as histórias tem inspirado muito artistas das tatuagem ha muito tempo. Por volta do ano 1600, as mulheres faziam as principais performances e suas exposições frequentemente envolviam cenários picantes. Para torná-lo ainda mais sexy, muitos dos atores do teatro Kabuki naquela época também eram prostitutas. O drama e a dança contemporâneo certamente evoluiu desde seu início e muitas tatuagens que são inspiradas pelo Teatro Kabuki se concentram nos trajes e na maquiagem elaborados.

    Existem muitos tipos de arte teatral no Japão, e o Kabuki é um dos mais famosos, junto com o teatro Noh, cujas máscaras são muito usadas como referencias para tatuagens. Esta é a razão pela qual as pessoas confundem entre o teatro Noh e o Kabuki, os atores do teatro Kabuki só usam maquiagem extravagantes e com expressões faciais variadas. Tudo nesta arte é exagerado, desde os figurinos até a atuação. Essa é a razão pela qual as expressões faciais dos atores de Kabuki são vistas como bastante burlescas pelos ocidentais. O teatro Kabuki surgiu no século 17, durante a famosa era Edo, criado por uma sacerdotisa. A palavra significa a arte de cantar e dançar, as duas coisas envolvidas no Kabuki. No início, era realizado apenas por mulheres, religiosas ou prostitutas. Mas, logo foi considerado obsceno, e apenas atores do sexo masculino foram autorizados a interpretá-lo, então os papéis femininos sendo interpretados por rapazes. Ser um ator Kabuki é um papel hereditário e as trupes de teatro costumam estar ligadas a famílias e organizações fortes. As histórias das peças são baseadas em eventos históricos ou lendas envolvendo drama, amor e fantasia.

    A maquiagem atraente e impressionante dos atores é chamada de kumadori. É o foco principal das inspirações em tatuagens kabuki. As diferentes cores da linha e sua organização descrevem o tipo de personagens retratados. A maquiagem vermelha é mais popular para tatuagens, e indica um personagem como herói, guerreiro ou romântico personagem. Essa maquiagem também é representada em folhas de papel. Os atores pressionavam o rosto contra um pano de seda após os shows para manter a memória de sua maquiagem em uma espécie de registro. Também era oferecido como um presente de sorte a espectadores queridos. O mundo do Kabuki é complexo, até mesmo para os japoneses, mas seu mistério e beleza inspiram muitos amantes na arte da tinta na pele.  Se você é um admirador da Cultura japonesa, em sua próxima tatuagem pode se aprofundar mais sobre o teatro Kabuki e se inspirar em alguns dos personagens.

    Aqui separamos uma série de imagens da arte de xilogravura sobre personagens do Kabuki para suas inspirações. Então confira aqui abaixo!

    Inscreva se no meu canal do YouTube onde eu posto conteúdo sobre várias histórias e significado da tatuagem e a cultura oriental. Deixe também seus comentários e sugestões sobre novos conteúdos que você quer ver nos próximos vídeos, deixe seu like o link para o canal esta aqui abaixo.

    https://www.youtube.com/user/shimadatattoo

  • Toshio Shimada

    Tatuagens japonesas: histórias, lendas, folclore e muita cultura.

    Os desenhos japoneses são um dos mais populares na arte da tatuagem, muitas pessoas não sabem que as imagens usadas nas tatuagens japonesas têm significado e um certo propósito. Esta é uma das razões pelas quais a tradição japonesa na tatuagem persiste há tanto tempo e atrai muitas pessoas de outras culturas. Caso você esteja pensando em fazer uma tatuagem japonesa, recomendamos a leitura deste guia para se familiarizar com o significado das tatuagens tradicionais japonesas e seu significado. 

    HORIBUN Segundo Foto por volta dos anos 70 em Tokyo (初代彫文師)

    Tatuagens japonesas: história e cultura

    Tradicionalmente, as tatuagens japonesas começaram como um meio de transmitir status social, além de servirem como símbolos espirituais que eram frequentemente usados ​​como uma espécie de encanto para proteção e para simbolizar a devoção, não muito diferente das tatuagens religiosas modernas. Com o tempo, as tatuagens na cultura japonesa se desenvolveram como uma forma de punição semelhante ao que já aconteceu em Roma, onde era prática comum tatuar prisioneiros de guerra, criminosos e escravos como um meio de tornar instantaneamente reconhecíveis seu status na sociedade. Eventualmente, a prática desapareceu e as tatuagens voltaram como um símbolo de status entre a classe mercante que, curiosamente, foi proibida de exibir sua riqueza.

    Após a Segunda Guerra Mundial, as tatuagens foram proibidas pelo Imperador do Japão, em um esforço para melhorar a imagem do Japão no Ocidente. As tatuagens no Japão estão ligadas a grupos organizados ligados a atos criminosos, mas isso nunca impediu que os estrangeiros ficassem tão intrigados a tatuagem japonesa que se tornou tão popular fora do Japão e tem cada vez mais a procura por este estilo de tatuagem fora e dentro do Japão. A associação moderna entre as tatuagens tradicionais japonesas e o elemento criminoso levou à adoção de tatuagens pela Yakuza, a máfia japonesa. Isso também serviu para promover a estética “legal” das tatuagens tradicionais japonesas.

    Hoje, muitas pessoas orgulhosamente usam tatuagens no estilo japonês por seus belos méritos artísticos, composição fluida e o profundo significado associado aos muitos aspectos dos desenhos japoneses de tatuagem.

    O significado das tatuagens japonesas tradicionais

    Existem várias imagens e símbolos usados ​​no estilo japonês de tatuagem para transmitir significados específicos. Essas imagens são usadas para transmitir as crenças, aspirações ou traços de caráter de uma pessoa. Chamados de “motivos”, esses elementos de design têm o mesmo significado onde quer que sejam usados, para que o significado não seja exclusivo do indivíduo. Isso significa que qualquer pessoa que veja a tatuagem pode reconhecer instantaneamente o significado e o que o usuário deseja transmitir, sejam traços de personalidade, atributos de caráter ou associação a uma organização criminosa.

    Tatuagens de dragão japonês:

    Significado da tatuagem: sabedoria, força, força para o bem, vento/água

    Os dragões no Ocidente tradicionalmente simbolizam força, inteligência e riqueza. Eles possuem uma força destrutiva, mas também são considerados como guardiões da natureza. Os japoneses e o leste asiático em geral vêem os dragões de maneira diferente. Na arte tradicional japonesa, os dragões são forças generosas e benevolentes que usam sua força para fazer o bem à humanidade. A sabedoria é outra característica atribuída aos dragões. Essas conotações positivas fizeram tatuagens de dragões entre as mais populares tatuagens do estilo japonês.

    Arte feita pelo artista Utagawa Kuniyoshi Ryu (Ukiyoe)

    Tatuagens de Koi:

    Significado da tatuagem: determinação, força, coragem, desejo de sucesso, água

    As tatuagens japonesas de peixes koi são uma das mais populares na arte tradicional da tatuagem japonesa. Koi é uma carpa nativa da China. Os koi recebem qualidades masculinas no folclore tradicional do Oriente, como força e bravura. Uma lenda antiga que fala sobre um cardume de carpas nadando correnteza acima no Rio amarelo na China. Com isso estes peixes ganharam força lutando contra a correnteza. Quando chegaram a uma cachoeira no final do rio, muitos dos peixes voltaram, deixando o fluxo do rio levá-los embora.
    Mas um grupo de carpas restaram e não desistiram e continuaram saltando das profundezas do rio, tentando chegar ao topo da cachoeira. Seus esforços chamaram a atenção de demônios locais, que zombaram de seus esforços. Quando, finalmente um koi chegou ao topo da cachoeira.
    Os deuses reconheceram o koi por sua perseverança e determinação e o transformaram em um dragão. Por esse motivo, Koi também simboliza determinação e um forte desejo de ter sucesso e se tornar “algo mais”, como a superação de obstáculos e chegar ao objetivo final.

    Tatuagens de Fênix:

    Significado da tatuagem: renascimento, triunfo, fogo

    A tatuagem de Fênix, como muitas outras tatuagens japonesas, tem um fundo compartilhado com outras culturas. Muitos de nós estamos familiarizados com a história da Fênix; um pássaro que é consumido pelo fogo e depois se ergue de suas próprias cinzas. Muitos não sabem que a história existe em muitas culturas e muitas vezes ao longo da história, incluindo a mitologia grega e romana, o folclore do Oriente Médio e até as Américas. A versão da fênix japonesa se baseia na história que é indígena da China continental. Independentemente da origem, as tatuagens de fênix são destinadas a simbolizar o renascimento e o triunfo, assim como a renovação e a reconstrução de si mesmo.

    Tatuagens de tigre:

    Significado da tatuagem: força, coragem, protetor contra a má sorte, espíritos malignos e doenças, vento

    A tatuagem japonesa de tigre traz consigo as mesmas características que atribuímos ao animal real – força e coragem, mas também o significando de vida longa. A tatuagem de tigre também é usada para afastar maus espíritos e má sorte, além de doenças. Dizem que o tigre é um símbolo tanto para o norte quanto para o sul; eles controlam o vento e são um dos quatro animais sagrados.

    Tatuagens de Leão ou Fu-Dog:

    Significado da tatuagem: protetor, forte, corajoso, boa sorte, heroísmo

    Esta tatuagem se assemelha a um leão e um cachorro. Mais especificamente, parece um leão com orelhas pontudas. Dizem que são protetores, fortes e corajosos. Como estátuas, servem para manter o mal de fora, como tatuagens, servem como protetores e geralmente indicam uma pessoa corajosa com aspirações heróicas.

    Tatuagem de cobra japonesa:

    Significado da tatuagem: proteção, sabedoria, boa sorte, força e mudança

    Nas tatuagens tradicionais japonesas, a cobra possui uma ampla gama de significados e desempenha uma série de funções importantes. Entre seus muitos atributos estão a proteção contra doenças, desastres e má sorte. As tatuagens de serpentes também representam sabedoria e proteção, principalmente dos resultados de más decisões. A cobra também pode incorporar regeneração, cura e medicina, como foi reverenciada na cultura japonesa em associação com ritos e remédios medicinais. Como símbolo de boa sorte, também foi para trazer boa saúde.

    A tatuagem de cobra japonesa também representa o Divino Feminino , ou os atributos femininos sagrados. Pensava-se antigamente que, da mesma maneira que uma cobra perde sua pele, uma mulher pode assumir os atributos positivos de um homem. Pode parecer um pouco sexista, mas estamos falando sobre o Japão antigo, afinal.

    Tatuagens de caveira japonesa:

    Significado da tatuagem: vida, morte, mudança, reverência por mortos/antepassados

    Embora a imagem do crânio humano em grande parte da cultura e da arte em geral tenha tido uma conotação negativa (como morte, perigo e um destino ruim), o crânio usado nas tatuagens japonesas tem uma representação positiva de ciclo de vida e morte.

    Tradicionalmente, a tatuagem de caveira japonesa representa mudança, o que faz sentido, já que a morte é a maior mudança que o homem pode experimentar.

    Tatuagens de flores japonesas:

    As tatuagens japonesas de flores têm uma grande variedade de significados e são um desenho muito importante e muito valorizado na arte tradicional japonesa. 

    Tatuagem Oni / Oni Mask / Demon Mask:

    Significado da tatuagem: bem e mal, protetores, trapaceiros, demônios

    A Oni Mask nas tatuagens japonesas é extremamente comum e se refere à crença em um mundo espiritual no qual os demônios desempenham seus papéis de punir o injusto e o mal, além de espalhar doenças.

    Enquanto Oni são conhecidos por serem maus, alguns Oni são bons e são vistos como protetores. Um exemplo disso incluiria um monge que se tornaria um Oni após a morte para proteger seu templo. Em inglês, a palavra Oni é melhor traduzida como ogro ou troll (a palavra japonesa para “demônio” é na verdade “yokai”). Oni, no folclore tradicional japonês, são conhecidos por aterrorizar aldeias e atormentar os moradores. Sua associação com demônios na arte japonesa de tatuagem tem mais a ver com Oni agrupados no reino de criaturas sobrenaturais (junto com yokai) do que qualquer outro aspecto. Ainda assim, o simbolismo se mantém, já que as imagens do Oni saqueador não estão longe da idéia do espírito maligno que a tatuagem pretende transmitir.

    Tatuagens de água / onda:

    Significado da tatuagem: movimento, força, fluidez, vida

    Muitas tatuagens japonesas apresentam água. Especificamente, as ondas são um elemento da arte japonesa que está entre as mais reconhecidas (feito artistas japoneses tradicionais, como Hokusai). A imagem da água nas tatuagens tradicionais japonesas geralmente é combinada com Koi, Dragões ou Oni. Além de simbolizar força e vida, as tatuagens na água transmitem a crença de que a vida, como a água, reflui e flui. É forte e rápido quando necessário, mas também pode ser gentil e calmo.

  • kintaro,  Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Técnica Tebori Tatuagem,  Wabori Tattoo

    Kintaro

    1200px-Sakata_Kaidomaru

    Sakata Kintoki, Sakata Kaidomaru ou Kintaro. (menino dourado). Nascido em meados de 956. Ano Tenryaku 10, na cidade de Nagahama, Sakata província de Shiga-ken Japão. Filho de criação da princesa Yaegiri, filha de Shiman-chouja da aldeia de Jizodo, próximo ao monte Ashigara. Foi amaldiçoada pelo poderoso dragão vermelho. A princesa Yaegiri, por causa de sua horrível aparência, decidiu se isolar na montanha Ashigara,  onde encontrou um bebê de aspecto avermelhado. O criou em total contato com a natureza, desde muito pequeno Kintaro, apresentava uma disposição e força incrível, seu passatempo favorito eram  lutas de sumo com os animais, pois até então Kintaro não tinha contato com outros seres humanos além de sua mãe.

    Todos  temiam encontrar pelo monte Ashigara, a princesa Yaegiri, que era conhecida por sua aparência como “A Bruxa de Ashigara”. Conta em sua lenda que após derrotar os demônios de Ashigara usando apenas uma machadinha. Caminhava para a fase adulta, levado por aldrões a presença de Minamoto Yamorimitsu, impressionado com a força do garoto o tornou como guarda de sua segurança pessoal. Kintoro acompanhou Minamoto Yorimitsu em suas viagens, Em Kyoto Kintaro estudou artes marciais e liderou por muitos anos o grupo Shitenou. Após o contato com Minamoto-no Yorimitsu Kintaro passou a se chamar Sakata Kintoki, ou Sakata Kaidomaru. Kintaro é uma figura muito importante no teatro Kabuki e Noh.

    Texto e desenho feito por Felipe Yaemori.

  • Shimada Tattoo,  tattoo,  Tatuagem Asiática,  Tatuagem Japonesa,  Wabori Tattoo

    TOKYO TATTOO By MARTHA COOPER

    TOKYO TATTOO By MARTHA COOPER

    In 1970, as a young photographer, Martha Cooper moved from the USA to Tokyo and became fascinated with Irezumi, the art of Japanese tattooing. This great shot from Martha’s Tokyo Tattoo 1970 book represents one of the many gems captured during her stay abroad. Featured are a young couple being tattooed by Japanese tattoo master Bunzo Yamada aka Horibun I in the town of Okachimachi.
    The work of a traditional Japanese tattoo master in 1970 In 1970, photographer Martha Cooper came to Tokyo and immediately focused on documenting traditional Japanese tattooist Horibun I. Tokyo Tattoo 1970 is a book about the traditional art of tattooing and a portrait of a master artist. Japanese tattoo was a secret art form in the early 1970s. The masters of the traditional techniques were working in small studios, and tattooing was something for a distinguished few. No one could foresee the incredible rise of the art of tattoo internationally in the past 20 years. Horibun I worked with traditional Japanese methods, tattoos made by hand, with different sized needles bound to sticks which he dipped into coloured inks. His motifs were all derived from traditional Japanese legends. Horibun I was a rare tattooist, as he was open to letting a foreigner come to photograph him and his customers. Tokyo Tattoo 1970 tells the story of a Japanese tattoo master and his work. We see him at work, meet his customers, who show their tattoos, and follow Horibun on a pilgrimage to a holy Shinto shrine. Martha Cooper’s pictures show the process of the tattooist’s work as well as finished motifs from an era long gone. Tokyo Tattoo was Martha Cooper’s first study of a subculture, which launched her on a ten-year-long immersion into the graffiti and street art of New York City.